uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Projectos de empresas são os que têm taxas de aprovação mais baixas do QREN

Edição de 17.04.2008 | Economia
Apenas 27 das 113 candidaturas ao sistema de incentivos à inovação e empreendedorismo tiveram luz verde, uma baixa taxa de aprovação que o secretário de Estado do Desenvolvimento Regional admite estar relacionada com falta de maturidade dos projectos. Rui Baleiras fez hoje um balanço dos primeiros seis meses de implementação do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN), indicando que foram aprovados 320 projectos de empresas nos três concursos ao sistema de incentivos já decididos (qualificação de PME, projectos individuais e projectos de internacionalização, inovação e empreendedorismo qualificado), num total de 858 candidaturas.O secretário de Estado garantiu que “não foi por falta de dinheiro” que as taxas de aprovação não atingiram os 100 por cento, mas sim “por falta de mérito relativo ou absoluto das candidaturas”.”Nesta primeira fase houve uma natural sofreguidão e vontade de ir a jogo com o estado de maturidade possível. Muitas empresas não interiorizaram que iriam ter outras oportunidades”, justificou o governante, acrescentando que algumas das empresas que não tiveram agora os seus projectos aprovados, serão capazes de apresentar candidaturas mais bem estruturadas no futuro.

Mais Notícias

    A carregar...