uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Junta de Freguesia proporciona terapia da fala em Samora Correia

Consultas gratuitas para casos clínicos graves e doentes carenciados
Edição de 17.04.2008 | Sociedade
O projecto “Sem papas na língua” iniciou-se esta semana em Samora Correia, concelho de Benavente, proporcionando consultas gratuitas de terapia da fala para crianças e adultos. A iniciativa da junta de freguesia visa responder a uma necessidade de serviços nesta área. Segundo o presidente da junta, Hélio Justino, há uma acentuada dificuldade para os pacientes conseguirem apoio através do Serviço Nacional de Saúde. Na freguesia de Samora Correia a terapia da fala só existe em clínicas e mediante pagamento com valor mínimo de 30 euros por cada sessão. As consultas com a terapeuta Joana da Costa são à quarta-feira das 14h00 às 18h30 e à sexta-feira na sede da junta de freguesia. As inscrições devem ser feitas na secretaria da junta acompanhadas de um relatório do médico de família ou do especialista que acompanha o doente a justificar a necessidade da terapia. “Os casos clínicos mais urgentes e os doentes com maior debilidade na condição sócio-económica terão prioridade”, explica uma nota da junta de freguesia.A terapia da fala é aconselhada para casos de atraso no desenvolvimento da linguagem, perturbações articulatórias, dificuldades de aprendizagem e problemas de comunicação. É uma ajuda importante também nos casos do síndrome de Trissomia 21 e Asperger e na paralisia cerebral. A terapia da fala é aconselhada ainda para situações de deficiências auditivas, gaguez, problemas de voz e para pacientes com nódulos e pólipos nas cordas vocais.Professores e outros profissionais que utilizam a voz com frequência também devem fazer terapia da fala para aprenderem a proteger as cordas vocais e a projectar a voz duma forma eficaz e sem provocar lesões.

Mais Notícias

    A carregar...