uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Dez empresas multadas por contratação de mão-de-obra ilegal

Edição de 30.04.2008 | Sociedade
A delegação de Santarém do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) instaurou processos de contra-ordenação a 10 empresas, no valor de 23.254 euros, por contratação de mão-de-obra ilegal. Numa operação de fiscalização desencadeada dia 23 de Abril, em Santarém e no Entroncamento, os elementos do SEF, que actuaram em colaboração com a Brigada de Trânsito da GNR e com a PSP, interceptaram 97 viaturas e identificaram 224 pessoas, 86 das quais estrangeiras.Em comunicado, o SEF afirma que dos 86 cidadãos estrangeiros identificados, 11 estavam em situação irregular, o que levou à instauração de processos de contra-ordenação a 10 empresas, no valor global mínimo de 23.254 euros. Os 11 estrangeiros em situação irregular têm agora de comparecer na delegação de Santarém do SEF para verificação da sua situação, que poderá passar, “em algumas situações, pela eventual regularização no território nacional”, lê-se no comunicado.Na operação participaram 15 inspectores do SEF de Santarém e ainda seis elementos da Brigada de Trânsito da GNR de Santarém e nove agentes da PSP do Entroncamento e de Abrantes, acrescenta a nota.Segundo o comunicado, esta acção enquadrou-se num “plano de actuação” do departamento regional de Santarém “que visa o combate eficaz à angariação e contratação de mão-de-obra ilegal”, o que, sublinha, “tem vindo a resultar na visível diminuição do fenómeno na região”.

Mais Notícias

    A carregar...