uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Óscar Martina 74 anos, Vialonga,

Óscar Martina 74 anos, Vialonga,

dirigente associativo

“Os jovens têm uma vida muito periclitante e não podem fazer projectos para o futuro. O emprego é cada vez mais instável. É cada vez mais difícil comprar uma habitação e construir família. Por isso é que os jovens estão a emigrar e esta situação vai aumentar porque no estrangeiro têm hipóteses de construir uma vida estável e podem juntar dinheiro, o que no nosso país é impossível. Qualquer dia não existem jovens em Portugal.”

Edição de 12.06.2008 | Agora falo eu
Qual é a sua opinião sobre o aumento constante dos combustíveis?Aquilo que se está a passar na sociedade portuguesa é uma catástrofe. E não falo apenas no aumento dos combustíveis. Não percebo porque é que estes aumentos acontecem no nosso país quando em Espanha o preço dos combustíveis tem diminuído. O Estado não pode reclamar uma vez que recebe uma grande parte do dinheiro sobre o combustível. Pagamos impostos sobre impostos e ainda aumentam os preços para ganhar mais dinheiro à custa dos contribuintes.A lei do tabaco foi uma medida bem aplicada?Não. Comecei a fumar muito novo e deixei de fumar há mais de 20 anos e sei, quando era viciado, a dificuldade que tinha em estar num local onde era proibido fumar. Não sei qual seria a melhor medida, mas a lei não deveria ser tão rigorosa. Deveria ser mais equilibrada para ambas as partes...Portugal será o próximo campeão europeu de futebol?Tenho algumas dúvidas. Portugal tem dos melhores jogadores da Europa e até do mundo. Tem quatro ou cinco jogadores fantásticos, mas daí até serem campeões europeus vai uma distância muito grande. Não são um ou dois jogadores que conseguem vencer mas o colectivo. Se não funcionarem como equipa, se não trabalharem em conjunto, dificilmente conseguirão superar as dificuldades.Como acha que vai terminar o processo “Apito Dourado”?Sou adepto da equipa do Futebol Clube do Porto porque entram em campo e dão tudo o que têm e jogam maravilhosamente bem. Admiro os seus dirigentes. Mas acredito que o processo termine com a condenação dos acusados porque a procuradora responsável pelo caso é competente e foi ela que denunciou muitas das situações menos claras no futebol português e quer que se faça justiça.Na sua opinião o que aconteceu na noite em que Maddie desapareceu?Pelo que leio e vejo na imprensa acredito que a menina está morta. Não sei quem são os culpados nem o que realmente aconteceu, mas acredito que a criança morreu. Considero que a comunicação social a nível mundial empolou demasiado este caso talvez por ser uma criança inglesa que desapareceu noutro país. Porque nunca se viu este aparato todo em redor do desaparecimento de outras crianças, portuguesas e estrangeiras que, infelizmente sabemos que, todos os anos desaparecem.O desemprego vai continuar a aumentar ou Portugal?Os jovens têm uma vida muito periclitante e não podem fazer projectos. O emprego é cada vez mais instável. É cada vez mais difícil comprar uma habitação e construir família. Por isso é que os jovens estão a emigrar e esta situação vai aumentar porque no estrangeiro têm hipóteses de construir uma vida estável e podem juntar dinheiro, o que no nosso país é impossível. Qualquer dia não existem jovens em Portugal.
Óscar Martina 74 anos, Vialonga,

Mais Notícias

    A carregar...