uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
O “flautista” de Azambuja

O “flautista” de Azambuja

Edição de 04.09.2008 | O Cartoon da Notícia
Diz o conto que há muito, muito tempo um flautista de Hamelin, na Alemanha, conseguiu eliminar os ratos que infestavam a cidade tocando a sua flauta e atraindo-os até ao rio. Em Azambuja passa-se o contrário: são os ratos que estão a chegar à vila. E o presidente da câmara é o primeiro a aplaudir. Não são conhecidos dotes musicais a Joaquim Ramos (PS), mas a verdade é que o centro de produção de cobaias vai instalar-se no meio das unidades de logística em Azambuja.O projecto, que se destina a produzir estirpes para usar em laboratório na investigação de doenças cerebrais e oncológicas, tem a chancela da Fundação Champalimaud, Universidade de Lisboa e Fundação Calouste de Gulbenkian. É o único projecto privado do plano de acção que o Governo preparou para compensar os municípios do Oeste que se sentem prejudicados com o afastamento do aeroporto para a margem sul quando inicialmente esteve prevista a sua localização na Ota, concelho de Alenquer. Resta saber se a flauta mágica de Joaquim Ramos terá poder hipnótico suficiente para atrair investimentos de peso que compensem a aterragem do projecto da cidade aeronáutica na outra margem...
O “flautista” de Azambuja

Mais Notícias

    A carregar...