uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Castanheira do Ribatejo vai ter mais área urbanizável

Castanheira do Ribatejo vai ter mais área urbanizável

Plataforma logística influencia revisão do Plano Director Municipal na freguesia

A freguesia da Castanheira do Ribatejo é das poucas do concelho de Vila Franca de Xira que terá mais áreas para construção de habitação. Uma consequência do aumento de empregos previstos com a anunciada plataforma logística.

Edição de 13.11.2008 | Sociedade
O novo Plano Director Municipal (PDM) permite a construção de mais habitações na freguesia da Castanheira do Ribatejo. O aumento da área urbanizável tem em conta o previsível aumento de empregos e tráfego automóvel originado pela futura plataforma logística que será instalada na Castanheira do Ribatejo. O investimento anunciado pela Abertis Logística é de 265 milhões de euros e permitirá criar 17.500 postos de trabalho, cinco mil dos quais directos. Os primeiros armazéns começam a ser comercializados em 2011 e o projecto estará concluído no prazo de 10 anos. A sessão pública de revisão do documento realizou-se no ginásio da Associação de Promoção Social da Castanheira, no sábado, 8 de Novembro e contou com a participação de quase três dezenas de pessoas.A revisão para a Castanheira do Ribatejo prevê a desafectação de parte da área de Reserva Agrícola Nacional que se prende com as áreas de implantação da futura plataforma logística. O novo documento prevê ainda a qualificação urbana, a implementação de espaços verdes e áreas de lazer, mas também o aumento das áreas destinadas a habitações de baixa densidade e grande qualidade, como é o caso das várias quintas existentes .“Apesar da plataforma logística, também não devemos sobrecarregar muito as quintas com habitação. Com este novo PDM é possível ganhar outra qualidade de vida vivendo em Vila Franca ou na Castanheira”, referiu a presidente da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, Maria da Luz Rosinha.O novo PDM contempla ainda para a Castanheira do Ribatejo o aumento de áreas destinadas a actividades empresariais, bem como a recuperação da frente ribeirinha e a construção de mais acessibilidades rodoviárias, ferroviárias e fluviais. Além disso o novo documento prevê a futura implementação de um espaço de lazer e desportos radicais nas pedreiras abandonadas da freguesia, assim como um estudo de reconversão da envolvente da Vala do Carregado. “Não concordamos e queremos expressar as nossas preocupações em relação ao que é a proposta do PDM para a recuperação da Vala do Carregado, sobretudo a proposta relativa ao futuro espaço multiusos. As acessibilidades previstas vão prejudicar gravemente as estradas municipais. Outro ponto em que discordamos é na área a urbanizar na Vala, queremos mais zonas para construir”, referiu Telmo Vieira, da comissão de moradores da Vala do Carregado.Uma das principais obras previstas neste novo documento é a variante da Castanheira, um projecto que visa aliviar o tráfego na N10 e servir de elo de ligação à nova plataforma logística. “Se não planearmos estas vias estaremos a hipotecar o futuro”, alertou o vice-presidente da autaquia, Alberto Mesquita.“A questão das acessibilidades é fundamental para a integração do concelho ao nível supra local, já que constitui um factor que, tantas vezes, condiciona ou fomenta afinidades e complementaridades entre regiões, facilitando a sua afirmação regional”, defendeu o vereador do PSD da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, Rui Rei.
Castanheira do Ribatejo vai ter mais área urbanizável

Mais Notícias

    A carregar...