uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Praga de pombos, falta de auxiliares e degradação na escola da Glória

Praga de pombos, falta de auxiliares e degradação na escola da Glória

Pais dos alunos reivindicam à Câmara de Salvaterra uma intervenção urgente

O presidente da junta de freguesia diz já ter falado com o vereador do pelouro sobre os problemas da escola reportados por pais e professores.

Edição de 20.11.2008 | Sociedade
Os pais dos alunos da Escola Básica 1 da Glória do Ribatejo, concelho de Salvaterra de Magos, subscreveram um abaixo-assinado a reivindicar à câmara municipal uma intervenção geral para melhorar as condições do estabelecimento de ensino. Os encarregados de educação apontam diversas falhas de segurança na escola, queixam-se da praga de pombos que ocupa as instalações e do número insuficiente de auxiliares de educação. Os problemas começam logo à entrada do recinto, com os buracos que existem na vedação. Há pelo menos dois junto à entrada principal, um dos quais dá perfeitamente para passar uma criança. Isabel Monteiro, que tem um filho no segundo ano, diz que a vedação não pode propiciar a saída dos alunos da escola junto a uma estrada com bastante movimento. No amplo espaço do recreio não faltam zonas onde os alunos se podem magoar seriamente. Há lancis soltos e uma vala por detrás da cantina que habitualmente fica cheia de água onde as crianças costumam brincar. Outra mãe, Odília Dias, aponta o dedo à praga de pombos que assola a escola. E para o perigo de alergias provocadas pelas penas dos pombos, além dos dejectos que conspurcam o local. No dia em que O MIRANTE esteve na escola viu algumas dezenas de pombos nos telhados e no chão, mas garantiram-nos que muitos outros se abrigam debaixo do telheiro. Razão pela qual as auxiliares de limpeza têm de limpar dejectos de pombos todos os dias. Os equipamentos do parque infantil da escola também já tiveram melhores dias e o ano passado duas crianças fracturaram os braços no escorrega. Outros equipamentos, como uma tabela de basquetebol evidenciam alguma degradação.Todas essas situações agravam-se com a falta de vigilância, dado que a escola apenas possui duas auxiliares para 126 alunos de seis turmas. Existe uma outra auxiliar de educação mas que tem por missão cuidar de uma criança que merece cuidados especiais. O MIRANTE sabe que a escola cumpre o rácio de auxiliares por número de alunos determinado pelo Ministério da Educação e que, apesar disso, o Agrupamento Vertical de Escolas de Marinhais já solicitou à Direcção Regional de Educação de Lisboa e Vale do Tejo o reforço do número de funcionárias. “Há cerca de três anos havia cinco funcionárias mas entretanto três reformaram-se e não foram substituídas”, refere Odília Dias. Donzília Feijão, com uma filha no primeiro ano, lamenta que a Câmara de Salvaterra de Magos demore a responder às reivindicações de pais e professores.Na segunda-feira os vereadores João Oliveira (BE) e João Abrantes (BE) estiveram a ver as condições da escola, depois da reportagem de O MIRANTE ter por lá passado sexta-feira. O MIRANTE contactou a Câmara de Salvaterra de Magos para obter esclarecimentos sobre o assunto mas não obteve resposta até ao fecho desta edição.Junta de freguesia disponível para colaborarO presidente da Junta de Freguesia de Glória do Ribatejo mostra-se disponível para ajudar a fazer alguma intervenção na escola desde que a câmara delegue competências e meios. João Batista Oliveira (PS) diz já ter falado com o vereador do pelouro sobre os problemas da escola reportados por pais e professores. E que este lhe falou em colocar uma rede debaixo do telheiro da escola para impedir que os pombos lá permaneçam. Mas nada foi feito. “A junta poderia ter resolvido uma parte dos problemas mas não se quer imiscuir em algo que não lhe compete. Por outro lado, estamos disponíveis para ajudar a resolver o assunto. É só a câmara mostrar alguma vontade”, disse o autarca a O MIRANTE.
Praga de pombos, falta de auxiliares e degradação na escola da Glória

Mais Notícias

    A carregar...