uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Coruche mostra-se em Lisboa para atrair visitantes

Campanha “Coruche Inspira” lançada durante a feira Nauticampo

A autarquia pretende dar maior visibilidade e notoriedade aos eventos e atrair mais visitantes. A médio prazo, com a construção do novo aeroporto de Lisboa, espera aumentar o número de residentes no concelho.

Edição de 19.02.2009 | Sociedade
A Câmara Municipal de Coruche lançou a campanha “Coruche Inspira” durante a feira Nauticampo, que se realizou na FIL em Lisboa, para tentar atrair mais visitantes e novos residentes para o concelho. A apresentação do sítio oficial na Internet com o endereço www.corucheinspira.com e a divulgação do conjunto de eventos a realizar ao longo do ano pelo município, em áreas como o desporto, gastronomia, tauromaquia, actividades económicas e arte, marcaram a passagem do município pelo certame.Dos eventos propostos, destaque para as 24 horas de Coruche em BTT, a decorrer nos dias 7 e 8 de Março, com a presença de 600 participantes. Sabores do Toiro Bravo e as Jornadas Gastronómicas, que se realizam em Maio e Outubro respectivamente, são os eventos gastronómicos que farão as delícias de todos os visitantes. Para além disso, a autarquia vai pontualmente convidar chefes de cozinha conceituados que a partir de receitas tradicionais vão aplicar alguma inovação. Em Maio realiza-se a primeira Feira Internacional da Cortiça (FICOR) e está prevista para o Outono a quarta edição da Bienal de Artes Plásticas de Coruche, entre outras iniciativas anunciadas pelo município.As boas condições para a prática de actividades ao ar livre como a orientação, BTT, canoagem, pesca ou caça, são também uma imagem de marca do concelho. A autarquia espera com esta campanha, no imediato, alcançar maior visibilidade e notoriedade das iniciativas propostas, atraindo dessa forma mais visitantes. “Pretendemos receber um público que é sobretudo o da Grande Lisboa e arredores, durante os fins-de-semana, nos feriados e nas mini-férias, que estando a 40 minutos facilmente se podem deslocar e encontrar aquilo que não há em Lisboa”, revela a O MIRANTE o presidente da Câmara de Coruche, Dionísio Mendes (PS).A médio prazo e com a construção do novo Aeroporto de Lisboa em Alcochete, a 25 km do concelho, Dionísio Mendes diz que há uma janela de oportunidade que se abre e que a vila banhada pelo rio Sorraia não pode desperdiçar. “Queremos crescer em termos urbanos e ter mais população. Se numa primeira fase o objectivo é levar as pessoas a conhecerem a nossa terra, a segunda é incentivá-las a fixarem residência em Coruche. Os visitantes de hoje têm de ser os habitantes de amanhã”, afirma o presidente.Para além das infra-estruturas culturais e desportivas já existentes, o autarca garante que é preciso criar mais condições de crescimento urbano devidamente pensado e organizado, de maneira a que as pessoas não vão encontrar em Coruche o mesmo que encontram na periferia de Lisboa. “Procuramos urbanismo de qualidade com espaço e onde as pessoas se sintam bem. Não queremos descaracterizar o concelho e fazemos questão que no futuro Coruche continue a ter qualidade de vida”, assegura o edil de Coruche.De acordo com o Plano Estratégico estão a ser projectadas novas urbanizações com o objectivo de se passar dos actuais 22.000 habitantes para os 35.000 em 2018. Como a oferta hoteleira é diminuta em Coruche a autarquia está também aberta ao investimento privado, no sentido de se criar mais unidades hoteleiras na região.

Mais Notícias

    A carregar...