uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Vizinhos da discoteca de Benavente voltam a queixar-se do barulho

Edição de 19.02.2009 | Sociedade
Os vizinhos da discoteca Glam, situada numa zona residencial, em Benavente, voltaram a queixar-se à câmara municipal por causa do volume do som que não deixa descansar quem reside nas imediações. “A discoteca continua a ultrapassar todas as normas legais no seu funcionamento, quer no respeitante ao volume de som, quer no que diz respeito à hora do encerramento”, queixa-se o porta-voz do grupo de moradores num ofício enviado à Câmara Municipal de Benavente, lamentando que a autarquia não tenha ainda tomado medidas para resolver a situação.O representante dos moradores refere que em vez de encerrar às 4h00, como está previsto, o estabelecimento prolonga o funcionamento por vezes para lá das 6h00. Na madrugada de 8 de fevereiro os moradores foram obrigados a chamar a GNR, garantem no ofício.O presidente da Câmara Municipal de Benavente, António José Ganhão, assegura que vai mandar colocar ainda esta semana um aparelho limitador de som para evitar que o ruído exceda o que a lei estipula. O autarca garante ainda que vai certificar-se de que o horário de encerramento começa a ser cumprido no estabelecimento. As queixas dos moradores são frequentes. A última foi motivada por uma festa para a qual a câmara municipal passou uma licença especial de ruído. Depois de um abaixo assinado dos moradores o proprietário da discoteca foi notificado em Janeiro pela autarquia para que a situação não voltasse a repetir-se. Na altura, em declarações ao nosso jornal, o empresário garantiu que iria tomar medidas para evitar a perturbação dos vizinhos.

Mais Notícias

    A carregar...