uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Última cerimónia no velho quartel marcada pela saudade do adjunto

Última cerimónia no velho quartel marcada pela saudade do adjunto

Bombeiros de Samora e Benavente vão ter grupos de intervenção permanente
Edição de 02.04.2009 | Sociedade
A voz embargada pela comoção do comandante Miguel Cardia enche o coração de mais de meia centena de voluntários perfilados em parada na tarde de domingo, frente ao velho quartel dos bombeiros de Samora Correia, concelho de Benavente. A dificuldade de conter as lágrimas é notória quando o líder se dirige aos voluntários pedindo que continuem a obra interrompida pelo adjunto José Pernes que morreu no dia 14 de Junho, aos 37 anos, e depois de mais uma acção de formação com jovens bombeiros. O malogrado formador foi recordado por todos os intervenientes, autoridades locais e nacionais, como uma referência na sessão solene comemorativa dos 34 anos da associação.Num momento em que o corpo de bombeiros ainda se recompõe da tragédia e do luto, há uma nova batalha para vencer. A auxiliar Soraia Chaves, 17 anos, intérprete da fanfarra luta contra uma doença grave e recebeu de todos os presentes um aplauso forte “com desejos de que consiga vencer e volte a dar toda a sua alegria à fanfarra”.Numa tarde de emoções fortes, ficou marcada a convicção de que esta foi a última cerimónia no velho quartel. O novo espaço já tem as fundações construídas, com uma estrutura anti-sísmica. A segunda fase da obra deve avançar em Maio. Segundo o presidente da direcção, José Pedro Ferro o concurso público registou várias reclamações de empresas concorrentes e teve de ser suspenso para apreciação das participações. Feitas as correcções, tudo aponta para que as propostas sejam abertas na segunda quinzena de Abril. O presidente da assembleia-geral referiu que a associação tem garantido um milhão de euros mas que “é manifestamente insuficiente”. Carlos Alberto Pernes, que é também presidente da Assembleia Municipal de Benavente, pediu aos sócios e às empresas que se empenhem na ajuda da comissão que foi criada para a recolha de fundos e que em breve irá organizar um jantar para lançamento da campanha.O presidente da Câmara Municipal de Benavente garantiu total apoio do município na construção do quartel e na criação do grupo de intervenção permanente que vai garantir cinco bombeiros em horário laboral para acudir a situações de emergência. O concelho de Benavente será o único no distrito a avançar com a criação de dois grupos em simultâneo, em Samora Correia e Benavente. Facto realçado por Rui Natário, segundo comandante distrital que apontou os bombeiros de Samora como uma referência no distrito de Santarém e no país.Bombeiros distinguidos pela dedicação e espírito de missão Cláudia Tavares recebeu o prémio assiduidade referente ao ano de 2008. Pedro Batista foi agraciado com o prémio dedicação e Pedro Rodrigues distinguiu-se pela apresentação e compostura. Na escola de cadetes, foi distinguida Erica Manuel. Soraia Pereira foi contemplada com a distinção pela entrega e dedicação à fanfarra, que foi entregue à sua irmã devido a doença da homenageada. Dezasseis bombeiros receberam as medalhas da Liga dos Bombeiros Portugueses pela dedicação ao voluntariado. Francisco Correia, Salvador Lopes, Nuno Sequeira, Adriano Inácio, Manuel Carvalheira e Pedro Batista receberam as medalhas pelos 15 anos de serviço e os restantes foram agraciados por 10 e 5 anos de funções.
Última cerimónia no velho quartel marcada pela saudade do adjunto

Mais Notícias

    A carregar...