uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Professores de fotografia do IPT mostraram portfólios em encontro nacional

Professores de fotografia do IPT mostraram portfólios em encontro nacional

“Portfólio Emergentes ´09” tem como principal objectivo a promoção e integração de jovens autores em projectos internacionais
Edição de 02.07.2009 | Especial Ensino
Cinco fotógrafos relacionados com o Curso Superior de Fotografia do Instituto Politécnico de Tomar (IPT) foram seleccionados para participar no projecto “Portfólio Emergentes´09”, promovido pelos Encontros da Imagem Braga 2009. Os seleccionados foram António Bettencourt, Márcio Vilela, Mário Ambrósio, Sofia Silva e Valter Ventura, professores, recém-licenciados e estudantes do Curso Superior de Fotografia dessa instituição. “Portfólio Emergentes ´09” visa a promoção e integração de jovens autores em projectos internacionais. Paulo Tavares, um dos finalistas, enviou 20 fotografias do seu portfólio pessoal, estreando-se em iniciativas deste género. O trabalho que apresenta é um portfólio de imagens geral, criado através de várias experiências durante a aprendizagem nos três anos de curso, abrangendo uma selecção, não só de um projecto mas de vários com diferentes temáticas. Fotografias que foram tiradas em vários locais, no estúdio e no exterior. O concurso apressou o artista a acelerar a simplificação do seu portfólio. “Muitos dos meus projectos não estavam organizados totalmente e precisavam de uma filtragem final o que me levou umas semanas a prepará-lo propositadamente para estes encontros”. Paulo Tavares espera com esta participação dar a conhecer o seu trabalho a alguns curadores, directores de museus e galeristas de vários países da Europa. “É sempre uma mais valia participar num encontro destes, não só pelos contactos, mas também para obter diferentes leituras críticas e modos de ver relativamente ao nosso trabalho”, realça.Já Sofia Silva concorreu à iniciativa apresentado “três corpos de trabalho distintos”, num conjunto de 30 fotografias, embora consiga encontrar elementos comuns a uma temática que a fotógrafa chama “fronteiras de género”. As fotografias foram tiradas nos últimos três anos e algumas ainda estão em fase de execução. Também uma estreante nestes encontros, considera que a grande mais valia da sua participação reside não tanto nos contactos nem na divulgação directa e imediata do trabalho, mas sobretudo na leitura crítica que é feita. “Uma opinião fresca, desprovida de preconceitos relativamente ao autor e, fundamentalmente, multicultural”, considera. Mário Ambrósio, outro participante, apresentou quatro trabalhos distintos. Fotografias tiradas entre 2006 e 2009 com as quais pretende discutir e tentar perceber quais as fragilidades de cada um. O artista considera que iniciativas como o “Portfólio Emergentes´09” são “óptimas” uma vez que permite mostrar e discutir o trabalho de cada um de forma a ultrapassar diversas dificuldades que surge na realização de cada foto. José Nuno Lamas e Valter Ventura trabalham juntos desde 2004 e foi assim que embarcaram nesta aventura. A dupla enviou o portfolio e biografia, tal como era pedido pela organização, e receberam a notícia que tinham sido seleccionados poucos dias depois. Não definem uma temática do trabalho apresentado. As imagens foram realizadas em todos os sítios onde conseguiram fotografar, sem serem impedidos: desde uma subcave até dentro da água de uma barragem. “Sabemos qual o ponto de partida, mas nem sempre qual o ponto de chegada. Trabalhamos em dupla e isso, só por si, já pode ser uma temática”, apontam.
Professores de fotografia do IPT mostraram portfólios em encontro nacional

Mais Notícias

    A carregar...