uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Nova creche na Póvoa de Santa Iria gera 30 postos de trabalho

Nova creche na Póvoa de Santa Iria gera 30 postos de trabalho

Investimento privado rondou um milhão e quinhentos mil euros

A freguesia da Póvoa de Santa Iria vai ter uma nova creche com jardim de infância, ATL e berçário. Dois empresários da freguesia aperceberam-se das carências existentes ao nível do cuidado das crianças e lançaram-se numa aventura de um milhão e quinhentos mil euros que vai criar 30 postos de trabalho.

Edição de 19.08.2009 | Sociedade
Vai abrir em Setembro uma nova creche com jardim de infância, ATL e berçário na Póvoa de Santa Iria, concelho de Vila Franca de Xira. O espaço vem colmatar uma carência antiga da freguesia na valência do pré-escolar e vai gerar 30 postos de trabalho. A creche “Chuxinhas” vai ter capacidade para 180 crianças e está dotada de diversos equipamentos para os mais novos, como parque infantil em átrio interior, salas polivalentes, salas de formação, refeitório e cabeleireiro. O novo espaço inclui também dois berçários e cozinha. O projecto é de dois jovens empresários da Póvoa de Santa Iria e representa um investimento privado na casa de um milhão e quinhentos mil euros. “É preciso sorte. Eu e o meu marido estávamos sozinhos e não tínhamos a quem recorrer. Nesta altura não é fácil conseguir crédito. Tivemos muitas negas, muitas portas fechadas e apenas o Montepio acreditou em nós”, conta Susana Moreira, sócia-gerente da empresa. “Não vamos ter apoios estatais nem da câmara”, refere.A aventura dos jovens empresários começou em 2004 na urbanização Tágides Park, na Póvoa de Santa Iria. Susana Moreira, licenciada em comunicação social, abandonou a profissão para ser bancária e, ao ser mãe, lembrou-se de abrir um negócio por conta própria. “A Póvoa tem muitas urbanizações, é hoje uma das freguesias com maior número de jovens casais com crianças e não há capacidade de resposta. A nível público não há nada. Apercebemo-nos dessa carência e achámos que não era nada má ideia avançar para este negócio”, relata.Começaram por abrir uma creche para crianças dos três meses aos três anos. “Entretanto os miúdos foram crescendo, os pais estavam satisfeitos com o trabalho e pediram para abrirmos um jardim de infância. As coisas continuaram a correr bem e depois de adquirirmos uma terceira sala investimos num novo espaço”, conta a nossa interlocutora. Já lá vão três anos desde a primeira conversa sobre o projecto da nova creche. Com a ajuda do centro de emprego de Vila Franca de Xira, o jovem casal conseguiu elaborar um projecto e levá-lo adiante. “Somos sozinhos e nunca acreditámos que seriamos capazes de encontrar um banco que nos apoiasse”, confessa Susana. O espaço já sofreu todas as vistorias necessárias ao arranque da actividade mas ainda não recebeu a licença de utilização. “Está tudo aprovado, só que a câmara leva o seu tempo e andamos a implorar para que a licença cá esteja a tempo do arranque do ano lectivo. Será dramático chegar ao dia 1 de Setembro e a empresa não abrir, não dá para suportar um investimento destes sem clientes”, lamenta a empresária. A Câmara Municipal de Vila Franca de Xira informou que está agendada para 21 de Agosto uma nova vistoria ao local, “após o que, e se todos os pareceres necessários estiverem em conformidade, será emitida a licença de utilização”.Começaram por abrir uma creche para crianças dos três meses aos três anos. “Entretanto os miúdos foram crescendo, os pais estavam satisfeitos com o trabalho e pediram para abrirmos um jardim de infância. As coisas continuaram a correr bem e depois de adquirirmos uma terceira sala investimos num novo espaço
Nova creche na Póvoa de Santa Iria gera 30 postos de trabalho

Mais Notícias

    A carregar...