uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Gincana contra o cancro juntou aficionados da velocidade em Santo Estêvão

Gincana contra o cancro juntou aficionados da velocidade em Santo Estêvão

Homens e mulheres lutaram ao volante no campo de futebol da localidade

O objectivo da Sociedade Filarmónica de Santo Estêvão e do Almansor Motor Clube era ajudar o grupo “Nós pela Vida” a angariar receitas para a Liga Portuguesa Contra o Cancro. Os homens e mulheres da terra foram chamados para uma “guerra dos sexos” ao volante e no final todos saíram vencedores.

Edição de 21.10.2009 | Desporto
O campo de futebol de Santo Estêvão, concelho de Benavente, encheu-se de amantes da velocidade e da perícia automóvel numa gincana automóvel que teve como objectivo ajudar o grupo “Nós pela Vida”, de Benavente, Samora Correia e Santo Estêvão a angariar receitas para a Liga Portuguesa contra o Cancro. Em pista estiveram campeões nacionais e campeões da terra que não perderam a oportunidade de mostrar os seus dotes ao volante. Dos clássicos Mini aos mais recentes Audi ou Mazda Mx-5, qualquer viatura poderia entrar na prova. “Afinal de contas era por uma boa causa. Tivemos 33 participantes, que foi um pouco menos do que os 40 que inicialmente tínhamos previsto. Ainda assim o balanço foi muito positivo para uma prova que não organizávamos há quatro anos”, explicou António Silva, da organização a O MIRANTE.A gincana teve ainda uma “guerra dos sexos” ao volante, onde homens e mulheres tentaram mostrar os seus melhores peões e estacionamentos em competição directa e em simultâneo. A prova, disputada num clima descontraído e de amizade, acabou por arrancar sorrisos à quase meia centena de espectadores que esteve no local. Cada participante pagou 12 euros para conduzir no recinto. “É uma ideia gira porque assim podemos fazer num ambiente controlado as coisas que não podemos fazer na estrada, como as derrapagens e os peões. Na estrada conduzimos com juízo mas aqui é para abusar e dar espectáculo”, contou um participante ao nosso jornal. Por entre as participações algumas passagens levantaram rasgados aplausos pela espectacularidade das manobras de condução demonstradas. Depois do balanço positivo a organização deixou no ar a promessa de um regresso em 2010. “Foi muito bom e sempre conseguimos juntar algumas pessoas e receitas para a Liga Portuguesa contra o Cancro. Para o ano vamos tentar organizar novamente esta prova, se não fizermos não será por falta de vontade mas sim falta de pessoas para ajudar, mas vamos tentar”, garante António Silva.
Gincana contra o cancro juntou aficionados da velocidade em Santo Estêvão

Mais Notícias

    A carregar...