uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Espaço não chegou para todas as empresas interessadas em participar na ExpoCartaxo

Organização diz que a feira tem sido um sucesso na região e no país
Edição de 04.11.2009 | Economia
Cerca de 50 empresas ficaram de fora da 11.ª ExpoCartaxo, por falta de espaço, o que levou a vice-presidente da Nersant - Associação Empresarial da Região de Santarém, Salomé Rafael, a considerar que o evento é e tem sido um sucesso na região e no país ao longo de anos.“Apesar do período de crise que vivemos, apesar de se vislumbrar alguma retoma, em que se sente cada vez maior dificuldade em ter expositores, a ExpoCartaxo tem sido uma boa notícia. Não conseguimos responder às expectativas e ficou muita gente de fora. Esta feira é um êxito, é procurada, tem empresários que querem expor, e milhares de visitantes que consomem os produtos”, analisou Salomé Rafael durante a inauguração da feira, na sexta-feira.O presidente da Câmara do Cartaxo afirmou que num futuro próximo a ExpoCartaxo e a Feira dos Santos terão melhores condições para se continuarem a afirmar. Paulo Caldas preferiu, no entanto, lançar o repto aos novos governantes do país e em particular a Vieira da Silva, ministro da Economia, para que as empresas sejam aliviadas de algumas obrigações fiscais.“A execução do QREN tem de ir para o terreno apoiar as empresas e os postos de trabalho, para investimento e exportação. Chegou também a altura de os empresários não terem de entregar o IVA na altura da facturação nas na emissão do recibo, quando surge o imposto. Estado e autarquias são muitas vezes maus pagadores e têm de conceder aos privados a melhor actuação possível”, afirmou o autarca. Que também solicitou a suspensão do pagamento especial por conta para as micro e pequenas empresas. O presidente o Núcleo Nersant do Cartaxo, Jorge Pisca, salientou a importância da colaboração de entidades públicas e privadas em organizações comuns e saudou os expositores pelos desafios que sempre estão dispostos a abraçar.A ExpoCartaxo decorreu até 3 de Novembro no pavilhão municipal de exposições do Cartaxo. Além das tasquinhas, animação musical, stands de expositores, fora do pavilhão houve venda de frutos secos, frutas da época e muitas outras bancas da secular Feira dos Santos.

Mais Notícias

    A carregar...