uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Pesados circulam e estacionam em transgressão em Samora Correia

Pesados circulam e estacionam em transgressão em Samora Correia

Bairro de Nª Srª da Oliveira é proibido a veículos com mais de 10 toneladas

Os motoristas de pesados não respeitam os sinais de trânsito colocados à entrada do Bairro de Nossa Senhora da Oliveira, em Samora Correia (Benavente) e continuam a circular e a estacionar em contra-ordenação para desagrado de moradores e comerciantes. A GNR passou da atitude preventiva a uma atitude repressiva, mas sublinha que não tem reboque para poder retirar do local veículos destas dimensões e com este peso.

Edição de 24.02.2010 | Sociedade
Os motoristas de camiões continuam a circular e a estacionar em transgressão no Bairro de Nossa Senhora da Oliveira, em Samora Correia, concelho de Benavente. Apesar da sinalização colocada à entrada do bairro, na entrada da Rua Bento Jesus Caraça e na Rua António José de Almeida, que proibe a circulação de veículos com peso superior a dez toneladas, os camionistas não respeitam os sinais de trânsito, para desagrado dos moradores e comerciantes do bairro.Isabel Silva trabalha numa loja de roupa na esquina da Rua António Sérgio e refere que apesar da intensidade do tráfego ter diminuído por altura do Natal, as infracções mantêm-se. “Os camiões circulam normalmente nestas ruas e estacionam no terreno de terra batida no final da rua, junto à bomba da Galp. O pior é à hora de almoço e também aos fins-de-semana”, explica.A lojista sublinha que até veículos com materiais inflamáveis circulam no bairro, ignorando as regras do código da estrada. “Penso que as regras de trânsito são para todos e não só para alguns. Se há sinalização a proibir a circulação de veículos com mais de dez toneladas, então é para ser cumprida”, realça. Também os moradores se queixam da situação. José Manuel Silva, 81 anos, diz que os “camionistas fazem muito barulho de manhã, a arrancar com os veículos”. Para além disso os moradores queixam-se do estado em que fica o piso. “É claro que sendo camiões mais pesados acabam por danificar o piso do estacionamento e também a estrada”, refere o octogenário. A Câmara Municipal de Benavente já tomou medidas para evitar o estacionamento abusivo nas zonas habitacionais de Samora Correia. O vereador responsável pelo trânsito explicou a O MIRANTE que foi criado um parque de estacionamento para veículos pesados na zona industrial da Murteira. “É público que relativamente às questões de estacionamento abusivo nas zonas habitacionais de Samora Correia foi pedido à autoridade que agisse em conformidade e que faça cumprir a lei. A indicação é também para encaminhar os motoristas de pesados e sensibilizá-los a estacionar no parque criado para o efeito na zona industrial. As questões passam por um período de adaptação, mas já foi feita a reunião de câmara uma proposta global de restrição de estacionamento de pesados de mercadorias na freguesia de Samora Correia”, realça Miguel Cardia.A GNR de Samora Correia, diz no entanto que o período de prevenção já findou e que agora a autoridade passou a uma atitude repressiva. “Fizemos essa sensibilização há cerca de três meses, procurando encaminhar os condutores dos pesados para o parque de estacionamento. Neste momento já estamos a autuar os infractores e desde Dezembro já temos mais de trinta autos”, sublinha. O problema, no entanto, está na incapacidade para rebocar veículos destas dimensões e deste peso. “Não temos qualquer reboque que nos permita retirar do local veículos pesados, nem existe sequer um parque da GNR onde pudéssemos colocar provisoriamente as viaturas rebocadas por isso apenas podemos autuar quem não está a cumprir a lei”.
Pesados circulam e estacionam em transgressão em Samora Correia

Mais Notícias

    A carregar...