uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Idosos preferem morar sozinhos a ser internados no lar

Idosos preferem morar sozinhos a ser internados no lar

Mais de 2600 seniores residem sós no concelho de Vila Franca de Xira

A renda, os passeios no jardim e até as compras são formas de contornar a solidão. Os seniores preferem morar sozinhos a ter a vida facilitada num lar. Em 2001, só no concelho de Vila Franca de Xira, mais de 2600 pessoas com mais de 65 anos moravam sozinhas.

Edição de 07.04.2010 | Sociedade
Todos os dias Gertrudes Simão cumpre um ritual. Vai até ao Parque Urbano de Santa Sofia e reza à estátua do doutor Luís César Pereira, a quem pede saúde e forças para continuar a ser independente.A moradora no Bom Retiro, em Vila Franca de Xira, tem 79 anos e mora sozinha desde que enviuvou. Para combater a solidão dos dias visita algumas amigas e passeia pelo parque sempre que o bom tempo o permite. Como passatempo nos dias de chuva tem também as rendas e de momento anda a fazer umas cortinas, mas o cansaço dos olhos não permite que passe muitas horas concentrada nessa tarefa. O principal medo de estar sozinha prende-se com a saúde.“Ando sempre com o telemóvel para me acudir em algum momento de aflição. Tenho uma neta que é enfermeira e isso ajuda. Mas o medo é que me aconteça alguma coisa e não consiga chamar ninguém”, diz preocupada. Faz questão de ser independente no dia-a-dia, preparar as refeições, fazer as compras e assegurar a limpeza da casa, mas quando chega à noite volta o medo, desta vez de ser assaltada.O medo é comum a Marta Pereira da Silva, de 81 anos. A alhandrense, que vive sozinha há já 20 anos, admite que as noites são sempre mais difíceis do que os dias, no que diz respeito à solidão. “Vou sempre tomar o pequeno-almoço ao café para conviver um pouco porque em casa não falo com ninguém. E às vezes vou até ao Centro de Reformados aqui de Alhandra para estar com outras pessoas”, confessa.Apesar de se cansar bastante com as pequenas tarefas diárias e ter problemas de coração Marta prefere viver sozinha do que num lar para a terceira idade. “Estar em nossa casa é sempre diferente. Temos as nossas coisas e eu entretenho-me muito com o meu jardim”, diz sorridente enquanto vai regando as plantas. “E não podemos fazer nada. Se me der uma coisa espero ter tempo de ligar para o meu filho que é de Vila Franca de Xira”, suspira.O que lhe custa mais são as compras. Leva sempre um carrinho para ajudar a transportar o peso, mas por vezes tem de fazer várias paragens pelo caminho. “A idade já não perdoa”, diz com um encolher de ombros. Mas o orgulho impede-a de pedir ajuda seja para o que for.O mesmo orgulho que move Madalena Pereira, também de 81 anos. “Eu faço tudo em casa e as minhas próprias compras. Carrego os sacos sozinha, faço comida e toda a lida da casa. Uma pessoa tem de se mexer”, diz divertida a alverquense que também tem as rendas e as malhas como passatempo.Ser autónoma é preocupação transversal às três idosas, mas Madalena vai mais longe. “Todos os domingos vou até à Sociedade Filarmónica de Alverca para ir ao baile! Temos de conviver e falar com outras pessoas senão a solidão toma conta de nós”, confessa.Comum a todas as idosas é também o medo de morrer sozinha em casa. Por isso mesmo Madalena tenta ter sempre a casa cheia de gente, sejam com as netas ou as amigas.Os dados do Instituto Nacional de Estatística, referentes ao Censos 2001, indicavam que existiam nesse ano 2678 pessoas com 65 anos ou mais a morar sozinhas no concelho de Vila Franca de Xira. Segundo o observatório local do município, o índice de envelhecimento da população do concelho aumentou de 76% em 2004, para 82,3% em 2008, o que significa que a população está a envelhecer.
Idosos preferem morar sozinhos a ser internados no lar

Mais Notícias

    A carregar...