uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Enfermeiros que voltam a sentir-se enfermeiros

Enfermeiros que voltam a sentir-se enfermeiros

Edição de 08.04.2010 | Sociedade
Eram enfermeiros nos seus países de origem (Moldávia, Rússia e Ucrânia) e estavam em Portugal, há vários anos, a fazer outros trabalhos. A oportunidade de poderem voltar a exercer a sua profissão foi-lhes dada pela Escola Superior de Saúde de Santarém, responsável pela realização de um Seminário para a Concessão de Equivalência ao Grau de Licenciado em Enfermagem.O plano de estudos teve início a 1 de Julho do ano passado. Dia 26 de Março, após aulas práticas entre Julho e Outubro, a que se seguiram estágios em centros de saúde e hospitais da região, os alunos posaram com alguns dos professores em frente à porta da Escola que lhes deu a possibilidade de aumentarem a sua auto-estima e de se sentirem mais úteis ao país que os acolheu, fazendo aquilo que sabem verdadeiramente fazer e para o qual foram preparados. Não foi o primeiro programa de equivalências para enfermeiros estrangeiros que a Escola Superior de Saúde de Santarém realizou. Já foram feitos outros do género mas nenhum com tantos participantes. “As pessoas fizeram o requerimento de equivalência, o Conselho Técnico Científico fez uma avaliação do plano de estudos que cada pessoa desenvolveu no seu país de origem e de acordo com a directiva Europeia que regula a formação de enfermagem, elaborou o programa do Seminário”, explicou a O MIRANTE, o director da Escola, José Amendoeira.Desta vez os candidatos foram dez e vieram de locais tão diversos como Tavira, Caldas da Rainha, Pombal, Almada, Lisboa, Torres Novas e Entroncamento. Durante o Seminário, duas alunas tiveram bebés. Elena Palii, deu à luz uma menina a que chamou Alexandrina. Nadya Datsyuk teve um rapaz que se chama Marco Daniel. Os bebés foram uma alegria suplementar. “Também fui professor destes alunos e tive a oportunidade de verificar que são pessoas que se esforçam por ultrapassar algumas dificuldades de uma forma extraordinária”, referiu o professor José Amendoeira.As declarações dos enfermeiros que agora se voltam a sentir enfermeiros, podem ser resumidas numa frase. “Obrigado Escola de Saúde de Santarém. Obrigado Portugal”. (Da esquerda para a direita) Nadya Kozyra, Natalya Datsyuk, Lyumyla Nagirnyak, Professor José Amendoeira, Professora Ana Margarida Antunes (Coordenadora do Seminário), Lyumyla Tkachuk, Professora Ilda Gonçalves, Altynay Zhumakovna, Elena Palii, Viorel Josan, Grecu Vitalie, Natália Nizeica e Larysa Zheliznhak.
Enfermeiros que voltam a sentir-se enfermeiros

Mais Notícias

    A carregar...