uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Esclarecimento sobre “descida dos 3 castelos”

Edição de 14.04.2010 | O Mirante dos Leitores
Venho por este meio fazer alguns esclarecimentos ao texto publicado na edição de 8 de Abril, da autoria da jornalista Elsa Gonçalves, com o título: “CLAC anda há 25 anos a organizar descidas de canoa pelos rios Tejo e Zêzere”. Na legenda da foto que acompanha o texto escreve-se: “…o castelo de Almourol é o único castelo pelo qual os canoístas passam na descida dos 3 castelos” . Não é verdade, dado que na primeira etapa os canoístas passam pelo Castelo de Abrantes. O 2º Castelo é associado ao nome da Barragem de Castelo de Bode. Já agora, a barragem é da EDP e não da Epal.Escreve também que “...actualmente o percurso faz-se entre Castelo de Bode e Tancos e Vila Nova da Barquinha” quando o que deveria ter sido escrito é que actualmente o percurso é: no primeiro dia, Alvega-Rossio ao sul do Tejo e no 2º dia Castelo de Bode-Tancos, para o turismo náutico. A competição realiza apenas no 2º dia o percurso Castelo de Bode-Vila Nova da Barquinha. Refere o texto que os canoístas foram para a freguesia de Alvega e junto ao posto náutico fizeram o aquecimento. Mas fizeram o aquecimento para fazer o quê?... A 1ª etapa do turismo náutico Alvega-Rossio ao Sul do Tejo. Por último. Não são vários grupos de folclore que animam a prova. No vigésimo aniversário tivemos a colaboração de um rancho folclórico para dar um toque turístico e etnográfico ao local. Nesta edição o Rancho Folclórico Pescadores de Tancos animou a chegada ao cais daquela localidade. Peço desculpa por ter que fazer estes esclarecimentos mas julgo que são importantes para um melhor esclarecimento dos leitores.O Director da Prova - Professor José Leote

Mais Notícias

    A carregar...