uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Balanço da visita do Papa a Fátima já a pensar no centenário das aparições

Balanço da visita do Papa a Fátima já a pensar no centenário das aparições

Autoridades satisfeitas com a forma como decorreu a estadia de Bento XVI
Edição de 19.05.2010 | Sociedade
No momento do balanço sobre a visita do Papa Bento XVI a Fátima, os representantes da Câmara Municipal de Ourém, Protecção Civil e GNR apontam já o caminho a seguir para Fátima 2017, no centenário das aparições. A expectativa de trazer novamente o Papa a Fátima em 2017 foi referida pelo vereador Nazareno do Carmo (PS), após a última reunião entre as entidades envolvidas na organização do 13 de Maio, realizada esta segunda-feira, dia 17. No rescaldo das celebrações da passada semana, Nazareno do Carmo salientou que “a opinião generalizada é que as coisas correram bem”, com soluções bem conseguidas. A mesma opinião foi partilhada pelo Comandante Distrital de Operações de Socorro de Santarém, Joaquim Chambel, e pelo Comandante do Destacamento da GNR de Tomar, Duarte Graça, destacando que os aspectos menos positivos vão permitir uma resposta “com mais qualidade” aquando do centenário. Apesar de Duarte Graça notar “níveis de excelência” na actuação da GNR, durante as celebrações, foi por muitos apontado o excesso de segurança e as limitações impostas pela GNR em Fátima. A este respeito, o responsável afirmou que “houve uma adequação” dos militares conforme as situações em causa, variando entre os 500 e os 835 profissionais, situando-se o pico na chegada e partida do Papa. Nazareno do Carmo considerou esta “uma situação excepcional”, destacando que “os meios de segurança nunca são demais”.O vereador apontou ainda que 40 por cento do estacionamento dentro da Cova da Iria ficou por ocupar. Apesar de se verificarem longas filas de carros estacionados à entrada de Fátima, tal deveu-se ao desconhecimento por parte das pessoas dos novos terrenos disponíveis para o efeito. Uma questão a ser resolvida com a difusão da informação e com um plano de mobilidade para Fátima que a Câmara de Ourém está a preparar.Os responsáveis referiram ainda que apesar de esta ter sido uma grande peregrinação, não foi das maiores e esteve dentro dos números a que a cidade já se habituou.
Balanço da visita do Papa a Fátima já a pensar no centenário das aparições

Mais Notícias

    A carregar...