uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
“Não podemos ser só treinadores de bancada”

“Não podemos ser só treinadores de bancada”

Assembleia Municipal Jovem promove a participação política dos mais novos

Os cidadãos não podem limitar-se a ser treinadores de bancada em relação aos políticos. Não basta criticar. É preciso participar e apresentar soluções. Quem o diz são os autarcas “de palmo e meio” que no sábado, 22 de Maio, vão reunir-se em mais uma edição da Assembleia Municipal Jovem.Patrícia da Cunha Lopes

Edição de 19.05.2010 | Sociedade
Os cidadãos comportam-se em relação aos políticos como treinadores de bancada. A opinião é de Henrique Fialho, aluno da Escola Secundária Alves Redol, em Vila Franca de Xira. O jovem de 16 anos diz que toda a gente gosta de criticar, mas poucos apresentam soluções ou participam activamente na vida política.O vilafranquense vai participar com Ana Barroso, da EB 2 3 D. António de Ataíde, Castanheira do Ribatejo, e Ana Rodrigues, da Escola Secundária Gago Coutinho, em Alverca, na terceira Assembleia Municipal Jovem de Vila Franca de Xira, que se irá realizar no próximo dia 22 de Maio, pelas 16h00, nas instalações da CerciPóvoa na Póvoa de Santa Iria. Os três jovens vão ser, respectivamente, o primeiro secretário, a presidente e a segunda secretária da iniciativa. “O objectivo é abrir os horizontes e fazer com que os jovens interajam mais com as questões políticas que afectam o concelho”, sublinha Ana Barroso, de apenas 14 anos.Os três alunos concordam que a política hoje em dia está desacreditada e que os jovens se afastam dessa área porque os verdadeiros temas que lhes interessam não são discutidos e porque muitas vezes as lutas partidárias prejudicam a discussão dos temas e a procura de soluções.“Eu sempre vi a política um bocado como esse ‘bicho papão’ de que todos os jovens fogem. Mas acho que o facto de poder contribuir para fazer algo no município é uma grande mais-valia e cativa-me”, refere Ana Rodrigues, de 17 anos. “Se nós participarmos então podemos discutir os temas que mais nos afectam”, refere a segunda secretário alverquense.É para mudar esse cenário que a Comissão de Associativismo, Juventude, Educação, Cidadania e Igualdade da Assembleia Municipal de Vila Franca de Xira promoveu a inciativa junto das escolas do concelho. O tema este ano é “A Biodiversidade - Estuário do Tejo - Sustentabilidade e preservação” e foi apresentado no dia 12 de Maio em conferência de imprensa. Os jovens alunos concordam que não têm soluções para os problemas da crise ou do desemprego que afectam o país de momento, mas lembram que a nível local existem muitas soluções que podem ser encontradas e muitas propostas que podem dar para melhorar as diversas áreas de intervenção no concelho.É nesse sentido que a Assembleia Municipal de Vila Franca de Xira, convidou as escolas D. António de Ataíde, na Castanheira do Ribatejo, Alves Redol, em Vila Franca de Xira, Gago Coutinho, em Alverca, e Aristides Sousa Mendes, Póvoa de Santa Iria, para participar nesta terceira Assembleia Municipal Jovem.“O objectivo é incentivar o interesse dos jovens pela participação cívica e política e sublinhar a importância que eles próprios têm para a resolução de questões que afectam o seu presente e o seu futuro individual e colectivo. Queremos envolvê-los, fazendo ouvir as suas propostas junto dos orgãos do poder político” explicou o presidente da Assembleia Municipal de Vila Franca de Xira, João Quítalo.
“Não podemos ser só treinadores de bancada”

Mais Notícias

    A carregar...