uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Cyril Katzaras

Cyril Katzaras

Director E. Leclerc, 39 anos, Santarém

Não gosto muito de frio. Por isso escolhi Portugal para trabalhar. Deixei a França - onde nasci a 21 de Janeiro de 1971, em La Rochelle - e vim para ajudar a expansão do grupo E.Leclerc na Europa. Achei que seria uma boa aventura em termos pessoais e profissionais. Cheguei em Fevereiro de 1997. Não falava português. A comunicação nunca foi problema. É preciso não ter medo de dizer algumas asneiras. As pessoas que querem mesmo perceber percebem. Quem não quer continua ainda hoje sem entender.

Edição de 16.06.2010 | Três Dimensões
Foi amor à primeira vista. Ela era secretária. Eu era responsável de um departamento. Conhecemo-nos no hipermercado de Valongo, no grande Porto, para onde fui trabalhar. A Sandra era muito assediada. Para a conquistar optei por não o fazer. Foi a minha estratégia. Fui persistente. Temos uma história bonita. E ainda hoje falamos desse período da paixão e da conquista. Onze anos depois do casamento mantenho os mesmos sentimentos.As pessoas diziam-me que ia encontrar um país atrasado. Fiquei muito surpreendido – no bom sentido - com o nível de vida. Vemos mais carros BMW e Mercedes que em França e os carros aqui são mais caros. Muita coisa mudou nos últimos 13 anos. Também pelos nomes conhecidos lá para fora. O Mourinho, o Ronaldo… Antigamente havia a ideia do português que ia fazer a limpeza. Tenho, de pequeno, a imagem da Linda de Suza com a mala de cartão. Foi ao nível da saúde que senti mais dificuldades de adaptação. Em França não estamos habituados a esperar horas num centro de saúde ou hospital para sermos atendidos. Isso chocou-me. Ainda hoje não entendo porque um funcionário tem que estar seis horas sem trabalhar porque tem que ir ao centro de saúde.Não tenho horário fixo. Depende do que tenho para fazer em cada dia. Saio às 18h00 como posso sair às 21h00 ou às 22h00. Não acredito que alguém esteja concentrado 18 horas por dia. Trabalho ao sábado e às vezes ao domingo. Moro perto de Santarém.Muita gente tem hobbies, mas eu não tenho. Gosto de estar com a família. Tenho dois filhos, de nove e dois anos. O trabalho pede muitas horas o que deixa pouco tempo para a família. A esposa trabalha comigo. É uma das coisas bonitas do grupo. Temos que ser casados para ter uma loja E. Leclerc. O tempo que tenho é para brincar com os filhos. A minha esposa está mais dedicada à educação. Gostamos é de ir até ao Alentejo desfrutar de turismo rural, por exemplo. Se tiramos uma semana já é muito bom. Nos tempos livres aproveito para descansar. Não sou muito dado à bricolage. Até para mudar uma lâmpada é complicado. Livros poucos. Cinema muito de vez em quando.Uso fato e gravata, mas não com este calor. Nunca venho trabalhar de sapatilhas e fato de treino. Não podemos exigir aos empregados um código de indumentária se o próprio responsável é desleixado ou chega sem a barba feita.Sou português de coração. Aprendi a gostar de futebol. E o meu clube é o Benfica. Em França não existe o clubismo que existe aqui. Só não me agrada o fanatismo. Gosto de ser justo e sou capaz de dizer que o Porto ganhou bem. Estou a aprender o valor da família em Portugal. O que eu conheci era muito diferente. Adoro Portugal. Já não seria capaz de voltar. A não ser que acontecesse uma coisa muito grave. Gosto das pessoas e não gosto do stress pelo stress que existe em França. Essa necessidade de ter um ritmo alucinante. Sou religioso no sentido filosófico. Sou cristão, mas não praticante, e aberto a perceber outras religiões. Sou alegre. Mas aprendi a pôr barreiras. Há quem abuse e por vezes isso é complicado. Ana SantiagoNasceu em La Rochelle, França, mas foi em Portugal que encontrou a sua cara-metade. Cyril Katzaras, 39 anos, director do E. Leclerc, em Santarém, já não troca o Ribatejo pelo país da cidade luz. Tem dois filhos e é à família que dedica os tempos livres. É religioso mas não praticante, aprendeu a gostar de futebol e já torce pelo Benfica.
Cyril Katzaras

Mais Notícias

    A carregar...