uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Câmara de Coruche corta 20 por cento nas transferências para as juntas de freguesia

Edição de 21.07.2010 | Política
As juntas de freguesia do concelho de Coruche vão receber cerca de 500 mil euros durante o ano 2010 relativos ao protocolo de descentralização de competências que foi aprovado pelo executivo camarário com quatro votos a favor do PS – a vereadora Fátima Galhardo está de férias - e dois votos contra da CDU.Para a CDU, a aprovação do protocolo, com um corte de 20 por cento em relação ao acordo de 2009, representa um golpe para as juntas de freguesia. Segundo o vereador Rodrigo Catarino, a proposta socialista não é coerente e faz cortes cegos de 20 por cento para todas as juntas. “Vai haver menos trabalho bem feito pelas juntas de freguesia e duvido que a câmara consiga assumir o trabalho que vai deixar de ser feito com estes cortes”, comentou durante a reunião.O vice-presidente da autarquia, Francisco Oliveira (PS), lembrou que as medidas de contenção da despesa tocam a todos e em áreas muito concretas. “Estas medidas reflectem cortes na câmara e nas juntas de freguesia, e são o reflexo do orçamento de Estado de 2010”, explicou o autarca.Para o presidente da Câmara de Coruche não faz sentido que a CDU apresente um conjunto de medidas de contenção da despesa da câmara e não juntar a esse rol as juntas de freguesia. “As juntas de freguesia recebem do orçamento de Estado para o seu funcionamento e não são estas medidas que o vão por em causa. Vamos apenas mexer numa verba fixa, que a câmara atribui por sua vontade, de ajuda ao financiamento dessas autarquias. Ou há moral, ou comem todos. As juntas de freguesia não são imunes ao Plano de Estabilidade e Crescimento e as câmaras também não”, justificou Dionísio Mendes, lembrando que grande parte dessas autarquias tem um bom pé-de-meia.A proposta de protocolo será submetida a votação da assembleia municipal, que reúne de forma extraordinária dia 23 de Julho.

Mais Notícias

    A carregar...