uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

PSD Cartaxo diz que PS local exige aos outros o que não consegue cumprir

Edição de 21.07.2010 | Sociedade
A Assembleia Municipal do Cartaxo chumbou uma proposta apresentada pelo PSD para que todos os presidentes de junta do concelho prestem informação escrita sobre a actividade das juntas durante as assembleias ordinárias de freguesia e forneçam aos eleitos essa informação com antecedência de cinco dias, cumprindo o exposto na Lei 169/99.A moção social-democrata copiou na íntegra o documento que o PS Cartaxo apresentou na última Assembleia de Freguesia da Ereira – junta gerida pelo social-democrata João Mota – para se saber se os restantes sete presidentes de junta do concelho, eleitos pelo PS, também cumpriam essas exigências legais. A rejeição da moção por todos os eleitos do PS mostra, para o PSD Cartaxo, que o PS Cartaxo e o seu presidente Pedro Ribeiro exigem aos eleitos do PSD aquilo que não conseguem exigir e fazer cumprir aos eleitos socialistas nas freguesias e na assembleia municipal.Afirmando que a concelhia socialista é conduzida por controlo remoto à distância, o PSD Cartaxo acusa Pedro Ribeiro e o executivo municipal, liderado por Paulo Caldas, de serem faces da mesma moeda na “desgraça financeira e orçamental para onde foram conduzidas as contas municipais e o destino do concelho”.“Alguns meses depois de ter sido eleito presidente do PS-Cartaxo, Pedro Ribeiro continua mais preocupado com as sessões partidárias de discussão sobre o desempenho do Presidente Obama, lá para os lados da América, e ainda não aterrou onde chove crise todos os dias, no Cartaxo… Talvez ande a tentar passar por esses pingos de chuva que salpicam e mostram a história recente do concelho do Cartaxo”, pode ler-se no comunicado social-democrata assinado por Pedro Reis.

Mais Notícias

    A carregar...