uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Vila Franca de Xira e Azambuja ficam sem quatro escolas já este ano lectivo

Vila Franca de Xira e Azambuja ficam sem quatro escolas já este ano lectivo

Na área de abrangência de O MIRANTE fecham 56 estabelecimentos de ensino

Quatro estabelecimentos de ensino do primeiro ciclo encerram este ano lectivo nos concelhos de Vila Franca de Xira e Azambuja. A medida insere-se no plano de reordenamento da rede escolar proposto pelo Ministério da Educação.

Edição de 25.08.2010 | Sociedade
A Escola Básica da Calhandriz e a Escola Básica do 1º Ciclo nº5 de Vila Franca de Xira (Monte Gordo) são as duas escolas do primeiro ciclo (que incluem turmas do 1º ao 4º ano) que encerram no município vilafranquense este ano lectivo ao abrigo do reordenamento da rede escolar, que prevê o encerramento de escolas com menos de 21 alunos e o encaminhamento das crianças para os novos centros escolares, embora ainda muitos estejam por concluir.No concelho de Azambuja deixam de funcionar as escolas básicas do 1º ciclo de Vila Nova de São Pedro e das Virtudes (freguesia de Aveiras de Baixo). Como O MIRANTE já tinha noticiado estava também previsto o encerramento das escolas Casais de Britos, Casais da Lagoa e Aveiras de Baixo, mas a autarquia pediu autorização excepcional ao Ministério da Educação por não haver espaço suficiente para albergar as crianças até à abertura do novo centro escolar que está a ser construído em Azambuja.“As crianças destas freguesias não cabem nas nossas escolas”, esclareceu então a vereadora da educação, Ana Maria Ferreira. As três escolas que não encerram este ano fecharão portas quando o concelho tiver capacidade de resposta no novo centro escolar.A lista divulgada quarta-feira, 19 de Agosto, pelo Ministério da Educação, contempla o encerramento de 56 as escolas do 1º ciclo em toda a área de abrangência de O MIRANTE.Santarém é o concelho da região onde mais estabelecimentos de ensino fecham portas. 10 no total. Deste número fazem parte as escolas básicas de Alcanede nº1, Aldeia da Ribeira, Pé da Pedreira, Vale do Carro, Valverde e Viegas. Além destas seis, encerra também a Escola Básica do 1º Ciclo com Jardim-de-infância de Casais da Charneca e as escolas básicas do 1º ciclo de Nabais, Verdelho e a nº2 de Pernes.Rio Maior é a segunda zona mais afectada com o encerramento de nove estabelecimentos de ensino. As escolas básicas de Alcobertas nº1, Arco da Memória, Azinheira, Casais Monizes, Cidral, Correias, Fonte da Bica, Rio Maior e Teira nº1, também fecham portas.Com ordem para encerrar oito escolas, Torres Novas é o terceiro concelho na lista da nossa região. A partir do ano lectivo 2010/2011 já não abrem portas, as escolas básicas dos Rodrigos, Assentiz e Barroca, bem como as Escolas Básicas do 1º Ciclo com Jardim-de-infância de Fungalvaz, Poços e Rexaldia. A Escola Básica do 1º Ciclo de Alqueidão e a de Casais Martanes perfazem as oito escolas que encerram.As escolas básicas da Torre, Venda Nova, Alviobeira e Casais assim como as escolas básicas do 1º ciclo de Cerejeira, Montes e Vila Nova contabilizam os sete estabelecimentos de ensino que fecham portas no concelho de Tomar.Em Ourém encerram as escolas básicas do 1º ciclo de Carvalhal do Meio, Moitas Gaiola, Ourém nº2, Perucha e Reca e ainda a Escola Básica do 1º Ciclo com Jardim-de-infância de Barreira. Seis no total.Em Abrantes são quatro os estabelecimentos de ensino que não vão receber mais alunos. Trata-se das escolas básicas do 1º ciclo de Abrançalha de Baixo, Água Travessa, Casa Branca e a nº6 de Abrantes.Há ainda três concelhos da região onde, em cada um deles, encerram dois estabelecimentos de ensino. Em Almeirim fecha a Escola Básica do 1º Ciclo de Tapada e a Escola Básica Marianos. Em Coruche ficou decidido fechar a Escola Básica do 1º Ciclo nº1 de Azervadinha e a Escola Básica Valverde. Vila Nova da Barquinha fica sem a Escola Básica do 1º Ciclo nº2 de Moita do Norte e a Escola Básica de Tancos. Finalmente, em Alpiarça, fecha a Escola Básica da Charneca do Frade e em Alcanena a Escola Básica do 1º Ciclo de Vale Alto. Das 701 escolas do 1.º ciclo de todo o país, que já não vão abrir este ano lectivo, 384 estão localizadas no Norte, 152 no Centro e 121 na região de Lisboa e Vale do Tejo. No Alentejo vão encerrar 32 e no Algarve 12.
Vila Franca de Xira e Azambuja ficam sem quatro escolas já este ano lectivo

Mais Notícias

    A carregar...