uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Investimento de 1,2 milhões de euros no castelo de Abrantes

Edição de 10.11.2010 | Sociedade
O castelo de Abrantes vai receber obras de requalificação e beneficiação estimadas em 1,2 milhões de euros, anunciou o município. O investimento, a ser concretizado em três fases, inclui a transformação do antigo heliporto numa praça com bolsas de estacionamento que “dignifique” o espaço e a entrada do castelo, a requalificação dos seus jardins e a criação de percursos pedonais, a par da conversão da Igreja de Santa Maria do Castelo, situada no interior da fortaleza, em Panteão dos Almeidas, preservando os túmulos dos antigos governadores da cidade.A presidente da Câmara de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque (PS), esclarece que o objectivo da intervenção é “valorizar e dignificar” o acesso a este monumento, o seu interior e a área envolvente, começando pela requalificação da Parada Abel Hipólito, um espaço conhecido como heliporto do Castelo, e que será transformado em praça D. Francisco de Almeida com capacidade de estacionamento para 47 automóveis e autocarros turísticos. A obra, orçada em 400 mil euros, tem a sua conclusão anunciada para o final do presente ano.A segunda fase da intervenção no castelo, que a responsável afirma ser o espaço “com mais visitantes anuais” no concelho, está orçada em 800 mil euros e inclui a reabilitação e valorização dos seus jardins, a criação de bancos para estadia e contemplação e patamares nas encostas que permitirão criar “leitores de observação” da paisagem.O projecto inclui ainda a reformulação do lago dos cisnes, a criação de um parque infantil, de quiosques e zonas de esplanada, a criação de percursos pedonais e a requalificação de um antigo coreto que servirá para acolher espectáculos musicais e culturais. Numa terceira e última fase, a autarca afirma querer efectuar um conjunto de intervenções, nomeadamente ao nível de escavações no Palácio do Governador, para ali criar condições que permitam que todo o espaço relvado existente no interior do castelo possa servir para casamentos, baptizados, banquetes e outros eventos.

Mais Notícias

    A carregar...