uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Presidente da Câmara de Abrantes garante mais policiamento nas ruas

Edição de 10.11.2010 | Sociedade
A presidente da Câmara de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque (PS), informou na reunião do executivo de segunda-feira que vão passar a ser vistos mais polícias nas ruas, “quer de dia quer de noite”. A decisão foi tomada após a autarca ter reunido com o comando da PSP de Abrantes e pretende diminuir o clima de insegurança que assola, neste momento, a comunidade abrantina. “Queremos uma comunidade que se sinta segura e feliz, o que não acontece neste momento”, assumiu a autarca aos jornalistas. O tema da insegurança em Abrantes voltou a ser introduzido pelos vereadores do PSD, Santana Maia e António Belém Coelho, relembrando que “em menos de uma semana, num raio de cem metros em volta da câmara, foram assaltados a Farmácia Silva, o Café Chave d' Ouro e uma loja de roupa”, registando-se ainda a agressão a um munícipe na Praça Barão da Batalha. “Só a senhora presidente e o senhor comandante da PSP se recusam a ver o óbvio, continuando a afirmar, perante a evidência, que o que se tem passado em Abrantes está dentro dos parâmetros da normalidade”, criticam os vereadores da oposição. Maria do Céu Albuquerque diz que as especulações ao redor deste problema “em nada favorecem a imagem do concelho” pelo que a autarquia tem optado por uma postura de bastidores. “Abrantes não ganha se passar para fora a imagem de que tem um problema muito sério de insegurança. Qualquer pessoa que esteja indecisa entre investir no concelho de Abrantes ou outro vai olhar também para esta matéria”, exemplificou. A autarca apresenta um conjunto de medidas que devem ser tomadas: mais policiamento na rua, não só durante o dia mas especialmente à noite, nas zonas onde os incidentes acontecem com mais frequência. A implantação de sistemas de videovigilância nas ruas é, para já, uma hipótese remota, uma vez que o número de queixas efectuadas não o justifica. A autarca apela aos cidadãos para que façam a participação dos roubos e agressões de que são alvo, nem que tenham que recorrer ao e-mail das Relações Públicas do Comando Distrital da PSP de Santarém, um veículo que garante a confidencialidade da sua identidade.

Mais Notícias

    A carregar...