uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Um grupo de amantes das bicicletas que gosta de chegar em último à meta

Montibikers procuram sobretudo os montes para pedalar

Todos os domingos pegam nas bicicletas para ir à descoberta de novos trilhos nos montes. Os Montibikers, de Alverca, no concelho de Vila Franca de Xira, não se interessam pela competição. Preferem antes observar com atenção as várias paisagens que vão descobrindo ou ouvir as histórias das pessoas que encontram.

Edição de 26.01.2011 | Desporto
O relógio marca as 15h00 quando encontramos os Montibikers na estação de comboios de Alverca, concelho de Vila Franca de Xira. Meteram as bicicletas no comboio e foram pedalar no domingo, 23 de Janeiro, para Azambuja de onde acabam de chegar. Estão cansados e têm as bicicletas cobertas de lama. Só os pneus de uma escaparam aos furos e a fome já aperta. O cenário parece dramático, mas para os Montibikers foi apenas mais um divertido passeio.MontiCadilha, MontiVictor, MontiNando, MontiFaneca e MontiEmídio são os quatro Montibikers de Alverca, com idades compreendidas entre os 35 e os 66 anos, que aproveitam as manhãs de domingo para conviver, praticar desporto e desbravar novos trilhos nas montanhas. Tudo começou quando Victor Luz e José Cadilha resolveram juntar-se para fazer BTT. Num desses passeios lembraram-se de unir as palavras que tanto gostam – montanha e bicicleta – e criaram os Montibikers. Daí até começarem a chegar outros elementos que andavam a pedalar sozinhos foi um passo. Há um ano que o grupo tem sido regular nos seus passeios dominicais que reservam sempre para a manhã, de modo a não prejudicar a família. Encontram-se por volta das 9h00 devidamente equipados e partem à descoberta: “É uma aventura ir todos os domingos descobrir novos trilhos na montanha. Não nos interessa a estrada, mas o monte, os obstáculos que encontramos no terreno e o contacto directo com a natureza”, conta José Cadilha. Outras vezes partem em direcção a caminhos já delineados com outros grupos de BTT que convidam. Ou então fazem-se de convidados, como contam a rir. No concelho de Vila Franca de Xira encontram “vistas fenomenais”. Lembram-se da Mata do Paraíso, em Vialonga, onde encontraram belas paisagens e um riacho onde corria uma água límpida. Também descobrem muitas vezes pessoas em casas isoladas que têm sempre alguma história para contar. “Os passeios são realizados com um espírito de convívio. Parámos imensas vezes para esperar uns pelos outros ou simplesmente tirar fotografias, fazer vídeos e observar as paisagens”, conta Fernando Mota. Sempre que entram em algum tipo de competição fazem questão de serem os últimos a chegar à meta, para não perderem o “prazer de pedalar”. Do que mais gostam é de subir montes. “Uma subida demora uns 30 minutos, enquanto uma descida se faz em cinco minutos. O prazer de estar a subir e conseguir ultrapassar os obstáculos é muito mais entusiasmante”, conta Victor Luz. Em média percorrem perto de 30 quilómetros todos os domingos, mas podem bem chegar ao dobro. Mantém um blog na internet (http://montibikers.blogspot.com/) onde colocam as fotografias e os vídeos que vão realizando nos seus passeios dominicais. Na agenda têm já marcado para os dias 26 e 27 de Março um passeio a Fátima, pelos caminhos que os peregrinos usavam para chegarem ao Santuário. Os Montibikers são um grupo aberto a quem partilhar o mesmo gosto pela BTT e pelo convívio.

Mais Notícias

    A carregar...