uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Carlos Coutinho fala de livro no Museu do Neo-Realismo

Edição de 06.04.2011 | Sociedade
Carlos Coutinho vai estar no Museu do Neo-Realismo, em Vila Franca de Xira, no sábado, 9 de Abril, às 16h00, para falar sobre o último livro “O Depoimento da Família Martins seguido de Homem Certo em Casa Certa”, editada pela Fonte da Palavra. A apresentação estará a cargo de Luiz Francisco Rebello, figura incontornável do panorama cultural português, cujo percurso se encontra retratado na exposição “Os Autos da Vida de Luiz Francisco Rebello”, patente no Museu do Neo-Reaslimo até 25 de Setembro de 2011.Carlos Coutinho nasceu em 1943. É escritor e jornalista, autor de uma dezena de títulos no teatro, na ficção e na crónica jornalística e tem várias das suas obras traduzidas em espanhol, valenciano, inglês, alemão, italiano, russo e húngaro. Em Janeiro de 2010 foi convidado do Museu do Neo-Realismo, no âmbito do Ciclo “Encontros e Desencontros com o Neo-Realismo. Para o teatro Carlos Coutinho escreveu “O Herbicida” (1974), “A última semana antes da festa” (1974), “Teatro de Circunstância”, cinco peças em um acto (1976), “A Estratégica do Cinismo” e “O jantar do comissário” (1977)Escreveu também novelas: “Uma noite na guerra” (1978), “O que agora me inquieta” (1985), “Os duros dias” (2001). Escreveu ainda “Recordações da Casa dos Mortos” (1976) e “No país da Alegria” (1976).

Mais Notícias

    A carregar...