uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Quando a tasca do Picha servia um caldinho aos vilafranquenses

Edição de 13.04.2011 | O Mirante dos Leitores
A tasca não era apenas lugar de divertimento. Era também o refúgio machista e marialva por excelência. Ali não entravam mulheres. Nem sequer para chamar os maridos. Chamavam da rua e eles não lhes ligavam nenhuma. Outras mandavam os filhos chamá-los para que eles não se embebedassem por completo gastando o pouco dinheiro que ganhavam e com isso fazendo com que a família passasse fome. Muitas tascas eram também palco de brigas porque o vinho e desespero davam para ali. E como eram sujas e infectas, meu Deus!! Já não há tascas, é verdade, mas há por aí cafés que são autênticas tascas. Em vez de telefonia para ouvir os relatos do futebol têm televisão com SPORT TV mas lá estão ainda calendários com fotos de equipas do Benfica e de raparigas com mamas ao léu, todos cheios de cagadelas de moscas. E continuam a ser estabelecimentos onde qualquer mulher se abstém de entrar e de onde os homens saem aos tropeções e de bolsos vazios. Eu que tinha que ir chamar o meu pai à taberna quando tinha cinco ou seis anos e que passei muitas vezes fome porque não havia que comer em casa, não tenho essa visão romântica e saudosista das tascas.Sara Ventura

Mais Notícias

    A carregar...