uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Recolha de alimentos em Vila Franca de Xira

Edição de 13.04.2011 | Se eu fosse jornalista
Em Vila Franca de Xira os Companheiros da Noite beneficiaram de uma actividade de recolha de alimentos para os mais desfavorecidos que foi um sucesso. Não tenho nada contra este tipo de iniciativas, mas acho que está na hora das câmaras e das juntas de freguesia começarem a dar o seu contributo e não ter de ser o cidadão, já aflito por todos os lados, a ter de contribuir. Vivemos num tempo cada vez mais complicado no que diz respeito ao quadro económico, as perspectivas de vida tendem a agravar-se num futuro próximo e tenho a certeza que cada vez mais pessoas vão começar a viver “à conta” de voluntários como os companheiros da noite. Muitas das pessoas que os voluntários ajudam estão em condições de trabalhar, só não o fazem por estarem acomodados à sua situação de “mão estendida”. Isso mesmo foi assumido por uma das dirigentes do grupo recentemente. Será, pois, justo que continuemos a tirar do pouco que temos para ajudar? Não condeno quem ajuda, mas acho que o maior apoio que estas pessoas poderiam ter era o desenvolvimento real de programas e incentivos que os levassem de volta para o mercado de trabalho e para uma vida normal. Porque não os colocam a trabalhar em prol da comunidade? Porque motivo não os colocam a arranjar jardins? A recolher o lixo? A fazer outras actividades que tornem o nosso concelho mais bonito e evoluído? Nenhuma dessas actividades é desprestigiante! É precisamente por muita gente pensar isso que o nosso país está como está. Todos querem ser secretários, passar o dia a atender telefones e ter um carro topo-de-gama que depois não conseguem pagar ou têm de passar fome em casa para o fazer. Portugal está falido. Vila Franca de Xira está pobre. Não somos o concelho de gente rica que éramos no passado. As grandes familias têm dinheiro, claro, mas aqueles que outrora ainda tinham alguma coisa estão rapidamente a ficar a zeros. Basta ver o comércio em morte lenta, a falta de iniciativas de rua, a falta de um café aberto depois das 20h00. Vila Franca de Xira é cidade mas a aldeia de onde sou natural não é muito diferente à noite. Já deu para ver que a filosofia do capital aqui não resultou. A democracia conseguiu em 30 anos meter Portugal na falência e com dinheiro nos cofres que só chega até Maio. É uma vergonha nacional, é certo, mas também nos deve atingir a nós que aqui vivemos. A iniciativa organizada para recolher alimentos para os companheiros da noite foi um micro-cosmos do que a Europa nos está a fazer: a dar esmola, quando o que realmente precisamos é de aprender a trabalhar.César Barreira Alves

Mais Notícias

    A carregar...