uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Tiago Estorninho

32 anos, empresário, Azambuja

Pessoalmente dou importância ao casamento. Estarei preparado para dar esse passo provavelmente quando aparecer a pessoa certa. Hoje em dia as relações podem ser muito superficiais e ter interesses materiais pelo meio. Às vezes pensamos que temos alguém do nosso lado quando acontece exactamente o contrário.

Edição de 03.08.2011 | Agora falo eu
Qual é o filme da sua vida?Talvez “Braveheart”. Identifico-me muito com o espírito guerreiro. É verdade que também gosto muito do actor principal [Mel Gibson] cuja carreira tenho acompanhado. As pessoas estão preparadas para os sacrifícios que terão que enfrentar por causa da crise?Acho que não estão preparadas. Os preços vão ficar ficar mais altos, vão fazer cortes no subsídio de Natal e vai haver menos deduções. Acho que ainda ninguém tem noção concreta da tempestade que aí vem. Eu estou mentalizado de que isto ainda vai ficar pior quando todas as medidas entrarem em vigor.Falta empreendedorismo aos jovens e menos jovens?Eu acho que sim… Tirei três cursos diferentes e não consegui vingar em nenhuma das áreas. Isso aconteceu-me tanto em medicina chinesa como em design e comunicação e no sector das energias renováveis. Trabalhei num armazém de logística e agora estou atrás de um balcão de entretenimento (clube de vídeo) que é uma área de que sempre gostei. A oportunidade surgiu e agarrei-a. Vi um anúncio, preparei o plano de aquisição do negócio e segui em frente.De que sente falta em Azambuja?De uma maior diversidade de oferta na área da restauração, por exemplo. Na área do entretenimento para as crianças poderiam existir mais parques infantis. Dá importância ao casamento formal?Estou separado da mãe do meu filho e não chegámos a casar. Pessoalmente dou importância ao casamento. Estarei preparado para dar esse passo provavelmente quando aparecer a pessoa certa. Hoje em dia as relações podem ser muito superficiais e ter interesses materiais pelo meio. Às vezes pensamos que temos alguém do nosso lado quando acontece exactamente o contrário. Como faria um pedido de casamento original?Faria-o da maneira mais inesperada possível… De forma que apanhasse a pessoa totalmente de surpresa. Quem sabe frente a um grande grupo de pessoas…Se pudesse tomar um café com alguém conhecido quem escolheria?Marcelo Rebelo de Sousa. Por acaso costumo encontrá-lo em alguns eventos mas normalmente não tenho oportunidade de lhe falar. É amigo da minha mãe (Virgínia Estorninho). Acho que é uma biblioteca viva. Dá-me sempre prazer ouvi-lo.Qual é a melhor maneira de passar um dia de Verão?Para mim a melhor maneira de passar o tempo é estar com o meu filho que está quase a fazer dois anos. Quero levá-lo ao jardim zoológico em breve. Gosto de passear com ele e tencionamos ir à praia como fizémos no ano passado.

Mais Notícias

    A carregar...