uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

A festa é um local de convívio

Maria de Lurdes Cardoso, 53 anos, comerciante, Marinhais
Edição de 03.08.2011 | Especial Marinhais
Sempre que pode Lurdes Cardoso dá um saltinho ao recinto das festas para rever os amigos. Só não vai todos os dias porque o café do qual é proprietária juntamente com o marido, lhe tira alguma disponibilidade. Mas garante que não perde a noite de domingo, dia de folga do trabalho. Emigrante em França durante 35 anos, Maria de Lurdes regressou definitivamente a Portugal há cerca de cinco anos. Quando vivia no estrangeiro tirava férias todos os anos em Agosto para assistir à festa. “O que gostava mais era rever os amigos. A festa é um convívio. Não vou pelos artistas nem pelo petisco ou copos, vou para encontrar as pessoas de quem gosto”, garante. Não conhece os Deolinda nem a música “Parva que Sou” mas já ouviu falar na expressão “Geração à Rasca” e diz que estamos mas é “todos” às rasca e os tempos que se avizinham parecem-lhe complicados. É católica não praticante e considera que o essencial é ter fé. “A missa e as celebrações religiosas não são assim tão importantes”, diz para justificar a ausência das celebrações religiosas da festa. Lurdes Cardoso gasta algum dinheiro em rifas e em gelados. Não quer gastar muito mas refere que “mais vale gastar dinheiro a ajudar a terra do que noutros lados”.

Mais Notícias

    A carregar...