uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Já se ouve música no novo Conservatório de Santarém

Já se ouve música no novo Conservatório de Santarém

Instalações custaram um milhão de euros e resultam da reabilitação do palácio João Afonso
Edição de 12.10.2011 | Sociedade
Vinte seis anos após a sua fundação e um milhão de euros depois cumpriu-se um sonho e o Conservatório de Música de Santarém tem finalmente novas e condignas instalações para o ensino da música, situadas no palácio João Afonso, no centro histórico da cidade. Beatriz Martinho, presidente da instituição, era o rosto da felicidade no dia 6 de Outubro, quando recebeu o secretário de Estado da Cultura Francisco José Viegas, o presidente da Câmara de Santarém Francisco Moita Flores e uma extensa comitiva de convidados.Sublinhando o trajecto feito até agora, “com muitos afectos e obstáculos, com muitas ilusões e desilusões”, Beatriz Martinho sublinhou o trabalho de “muita qualidade” feito a nível pedagógico e artístico “que tem conduzido a muitos sucessos” no país e no estrangeiro. O Conservatório de Santarém tem actualmente 35 professores e cerca de 300 alunos de vários pontos da região que ali podem aprender a tocar 16 instrumentos.Recordou também o papel que teve o já falecido Francisco Viegas, “lutador incansável” pela criação de um conservatório em Santarém e destacou o projecto de remodelação do antigo palácio, da autoria do arquitecto Santos Silva. A obra, da responsabilidade da Câmara Municipal de Santarém, custou um milhão de euros e teve comparticipação de 80% de fundos comunitários. O imóvel vai ainda acolher serviços de apoio ao associativismo cultural do concelho, a sede da Artemrede, espaço individual para dois grupos de teatro do concelho e ainda um espaço comum para ensaios, bem como uma zona para apoio à actividade artística do Teatro Sá da Bandeira, que se situa próximo.Tanto Moita Flores como Francisco José Viegas afinaram pelo mesmo diapasão de Beatriz Martinho, elogiando a obra feita e a aposta no ensino das artes. O autarca referiu que esse era um dos dias mais felizes da sua vida à frente da Câmara de Santarém. Já o secretário de Estado da Cultura realçou, entre outros aspectos, que a reabilitação e ocupação do palácio é um contributo importante para reactivar o centro histórico da cidade e anunciou que vai ser oferecida uma colecção de partituras e livros para enriquecer a biblioteca daquela escola de música.
Já se ouve música no novo Conservatório de Santarém

Mais Notícias

    A carregar...