uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Gonçalo Xufre quer acabar com injustiças do programa “Novas Oportunidades”

Deputado na Assembleia de Vila Franca é o novo presidente da Agência Nacional para a Qualificação
Edição de 26.10.2011 | Sociedade
O social-democrata Gonçalo Xufre, que é também deputado da assembleia municipal de Vila Franca, é o novo presidente da Agência Nacional para a Qualificação (ANQ), entidade que gere diversos programas de formação no país incluindo o polémico “Novas Oportunidades”, que o primeiro-ministro Passos Coelho classificou como sendo “um escândalo”. Xufre quer menos facilitismo no programa e entende que entrar no ensino superior com médias altas obtidas no ensino recorrente é “uma injustiça”. Natural de Alverca, Gonçalo Xufre, de 40 anos, substitui o socialista Luís Capucha, também do concelho de Vila Franca, que foi afastado por Passos Coelho depois de ter travado com o agora primeiro-ministro várias discussões polémicas sobre os resultados do programa. O despacho assinado pelo ministro da Educação, Nuno Crato, com quem Xufre já tinha dado aulas no Instituto Superior de Engenharia de Lisboa, aguarda a publicação em Diário da República mas produz efeitos a partir de 1 de Outubro. O novo presidente da ANQ não avança se as Novas Oportunidades são um programa a extinguir no futuro mas confessa que o seu modelo está “em avaliação” para manter “o que tem valor e analisar melhor o que pode ser melhorado”. A O MIRANTE diz que o desafio é “formar pessoas para terem mais facilidade na obtenção de emprego” mas que para isso “não basta ter um diploma”. Um ponto onde o social-democrata diz não estar de acordo com o actual modelo que permite aos alunos das Novas Oportunidades entrarem no ensino superior com menos esforço. “Na primeira quinzena de Novembro vou apresentar uma sugestão de alteração legislativa para impedir estas injustiças. Não tenho nada contra os alunos que estão no recorrente e que usam este método para entrar com mais facilidade na faculdade mas é uma injustiça que quem luta e se esforça no ensino tradicional seja prejudicado. Esta situação tem de ser analisada e discutida”, adianta a O MIRANTE. Gonçalo Xufre prefere evitar falar do anterior presidente e considera uma mais-valia ser uma pessoa do concelho a voltar a presidir à ANQ. Gonçalo Xufre, recorde-se, anunciou no dia 11 de Outubro a sua candidatura à presidência da concelhia de Vila Franca de Xira do PSD.

Mais Notícias

    A carregar...