uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Alhandra e Sobralinho juntas em vez de serem engolidas por Alverca e Vila Franca

Edição de 26.04.2012 | Sociedade
As freguesias de Alhandra e Sobralinho, no concelho de Vila Franca de Xira, preferem unir-se a perder a identidade integrando grandes aglomerados urbanos. Segundo a nova lei nem o Sobralinho, com 5.035 habitantes, nem mesmo Alhandra com 6.049 reúnem condições para ser freguesias autónomas. O Sobralinho recusa a ideia de vir a ser integrado em Alverca, como já aconteceu no passado, “tornando-se um mero bairro daquela cidade, como Arcena ou Bom Sucesso”, ilustra o presidente de junta, José Manuel Peixeiro (PS). Por seu lado Alhandra também não vê vantagem em ligar-se a Vila Franca de Xira que pela dimensão que já tem se tornaria numa mega freguesia ingovernável, admite no mesmo sentido o presidente de Alhandra, Luís Filipe Dias (PS). Tendo em conta a reorganização administrativa que se perspectiva os eleitos consideram que esta é a hipótese que melhor serve os interesses das duas freguesias. Com a união entre Sobralinho e Alhandra os autarcas consideram que a identidade das duas freguesias é preservada tendo em conta que há vários denominadores comuns. As duas freguesias estão próximas fisicamente, têm o mesmo corpo de bombeiros, uma esquadra da PSP comum e são servidas pelo mesmo centro de saúde. Por outro lado usam o caminho de ferro da mesma forma. “A população do Sobralinho toma o comboio em Alhandra e não em Alverca”, exemplifica José Manuel Peixeiro. O acesso ao monumento a Hércules, embora fique na freguesia de Alhandra inclui uma passagem por território do Sobralinho. Entre as duas freguesias existe ainda afinidade em termos industriais.Ainda não há uma proposta formal definida mas os autarcas entendem que é preferível ter trabalho feito caso seja preciso propor alternativas concretas. José Manuel Peixeiro sublinha que apesar deste entendimento não é certo que as duas freguesias venham a ser unidas. O autarca do Sobralinho já não admite, por exemplo, a união com São João dos Montes esclarecendo que se trata de uma freguesia rural.Os dois presidentes não são necessariamente apologistas desta reforma mas preferem jogar por antecipação. “É óbvio que não me via a ser o fiel liquidatário de 27 anos de trabalho”, remata José Manuel Peixeiro.Na última reunião de câmara, que decorreu em Alhandra, a presidente da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, Maria da Luz Rosinha (PS), confirmou em resposta a um munícipe que esta é a solução que reúne maior consenso. A presidente do município ressalvou no entanto que “há muito tempo” para debater o assunto alertando que todo o processo deve ser tratado com serenidade devido ao impacto que causa nas populações. Antes do diploma do Governo entrar em vigor ainda tem de passar pelo crivo do Presidente da República. Só depois de publicado em Diário da República a Assembleia Municipal terá 90 dias para se pronunciar sobre o assunto. O concelho de Vila Franca de Xira tem onze freguesias, três rurais e oito urbanas.

Mais Notícias

    A carregar...