uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Dobrada à Vila Franca à moda do António

Dobrada à Vila Franca à moda do António

Edição de 21.11.2012 | Primeiro Plano
Quem passa na rua dos Bombeiros Voluntários, no coração da cidade de Vila Franca de Xira, em dia de dobrada, não fica indiferente ao cheiro do cozinhado de António Marques, 64 anos. Há 15 anos que o antigo mecânico de helicópteros transformou uma garagem emprestada numa tertúlia onde grupos de amigos aficionados confraternizam. Na “Tertúlia dos Gatos” dia em que não se cozinha não é dia. Se não é dobrada, é galinha de cabidela, barbo de alhada ou caras de bacalhau, como as que António colocará de molho dali a pouco. António é o mestre cozinheiro da tertúlia. Só cede o lugar pontualmente quando Mário Pinto, 64 anos, também reformado, se dispõe a preparar a sapateira e respectivo recheio. Frederico Montalegre, antigo padeiro, 76 anos, conviva do mesmo repasto, promete que trará para a semana um molho de nabiças, couves galegas e algumas nozes. O número de pratos na mesa depende dos amigos convidados. As compras ficam por conta do mestre cozinheiro e o custo de cada refeição é dividido pelos convivas. “Sabemos o que comemos e sai muito mais barato”, explica Mário Pinto. Os vizinhos sabem pelo cheiro quando é António que está à frente do fogão. Aprendeu a cozinhar sozinho graças a um paladar apurado e à custa de sacrificar alguns cozidos à portuguesa transformando-os em sopa. O homem que sabe cozinhar já foi pintor de construção civil e auxiliar de dentista. Vestiu a jaqueta de forcado mas a experiência foi efémera. Ficou a paixão pelos toiros a que dá asas na tertúlia que todos os dias é vivida. “Esta é a minha praça”, confessa enquanto serve com orgulho aos convidados dobrada à Vila Franca mas à moda do António. Ana Santiago
Dobrada à Vila Franca à moda do António

Mais Notícias

    A carregar...