uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Martinho Jorge - Mercar - Prémio Carreira Empresarial a título póstumo

Martinho Jorge - Mercar - Prémio Carreira Empresarial a título póstumo

“Querer é poder” foi sempre o seu lema de vida
Edição de 05.12.2012 | Galardão empresa do ano
Martinho Carreira Jorge nasceu a 10 de Fevereiro de 1943 em Vale da Serra, uma pequena aldeia da freguesia de Pedrógão. Oriundo de uma família numerosa e modesta fez a escola primária e começou a trabalhar aos 14 anos como moço de recados na empresa de Transportes Claras, em Torres Novas. Todos os dias percorria 15 quilómetros de bicicleta para chegar ao emprego. Com muita força de vontade retomou os estudos à noite e conseguiu tirar o curso geral de comércio. Aos dezasseis anos já trabalhava no escritório da Sociedade Torrejana Automóveis, pertencente ao grupo Claras, onde permaneceu até ir para Lisboa cumprir o serviço militar, uma parte do qual foi passado em Moçambique. Depois da tropa chegou a chefe de uma dependência da sua antiga empresa em Lisboa e mais tarde foi trabalhar para a filial de Abrantes, como vendedor de automóveis da marca Renault. Chegou a chefe de vendas e a gerente e acabaria por comprá-la em 1994, transformando-a na MERCAR.O seu apoio, tanto a nível pessoal como profissional foi a esposa Elvira Gonçalves Lopes Jorge. O seu lema era “Querer é Poder”. O seu espírito empreendedor e confiante e a sua grande capacidade de trabalho rapidamente começaram a ser reconhecidos, tendo sido distinguido com vários prémios de produtividade e desempenho dentro não só da marca Renault, mas também da Ford e Daewoo. Incansável na busca de contactos, sempre teve uma grande actividade associativa, nomeadamente a nível da Nersant.A sua paixão pela condução desportiva era conhecida e levava-o a participar em provas de autocross, ralis, motos ou karting. Também cultivava o gosto pela fotografia e adorava viajar. O dom da palavra, a alegria, a cordialidade e a paciência para escutar os outros tornaram-no num relações públicas nato. Em 2002, para sua satisfação, a filha Cláudia Jorge passou a trabalhar com ele. O outro filho, Tiago Jorge, também tem ligação à empresa dando o seu apoio sempre que é preciso. Antes de falecer a 15 de Outubro deste ano, Martinho Carreira Jorge ainda viveu a alegria de ser avô, que era um dos seus maiores sonhos pessoais.
Martinho Jorge - Mercar - Prémio Carreira Empresarial a título póstumo

Mais Notícias

    A carregar...