uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Em Salvaterra até a falta de convite para uma iniciativa é tema de grande discussão

Edição de 27.03.2013 | Política
Os vereadores da Câmara de Salvaterra de Magos passaram grande parte da última reunião do executivo a discutir sobre o facto de não terem sido enviados convites formais aos eleitos da oposição para o Congresso Comemorativo dos 150 anos de descoberta dos Concheiros de Muge, que se realizou de 21 a 23 de Março. Parece que não havia grande coisa que motivasse acesas discussões políticas e o convite assumiu uma relevância à medida de uma política local de terra pequena.Jorge Burgal do PSD começou logo por levantar o assunto no período antes da ordem do dia, depois veio Helder Esménio do PS falar do assunto no ponto destinado à atribuição de um apoio para a iniciativa. Luís Gomes da maioria Bloco de Esquerda minimizou as intervenções dizendo que também não tinha recebido qualquer convite e que as portas estavam abertas e que qualquer vereador podia aparecer. Mesmo assim a oposição não ficou convencida. Luís Gomes chegou a perguntar se também tinham recebido convites para a prova de atletismo 12 Kms de Salvaterra ou outras iniciativas, realçando que o congresso era organizado pela Universidade do Algarve e que se quisessem que escrevessem para lá a mostrar a indignação. Jorge Burgal não se ficou e vincou bem que a falta de convite é uma forma de menorizar a oposição e que é uma mesquinhez. Para o vereador da maioria mesquinho é estar a fazer política com a questão do convite. Esménio veio dizer que nem o presidente da Junta de Muge tinha sido convidado. Depois veio criticar o facto de nem ter sido dado a conhecer o programa, que por sinal até estava disponível no site, conforme realçou Luís Gomes. Depois de tanto se falar no convite parece que os vereadores ficaram sem energias e o ponto que previa a atribuição de um subsídio de nove mil euros para a realização do congresso foi aprovado num ápice por unanimidade.

Mais Notícias

    A carregar...