uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Presidente da Gualdim Pais alerta para atraso nos salários em dia de aniversário

Bruno Graça diz que falhas do Programa Operacional não travaram associação
Edição de 03.04.2013 | Sociedade
O presidente da Sociedade Filarmónica Gualdim Pais, de Tomar, alertou para a possibilidade dos salários dos trabalhadores referentes ao mês de Abril só serem pagos em Maio ou Junho. Falando na cerimónia que assinalou os 136 anos da colectividade, Bruno Graça explicou que ainda não foi pago o subsídio de Natal do ano passado e que a instituição vive um momento de “resistência” e de dificuldades de tesouraria, devido aos frequentes atrasos nas transferências de verbas do Programa Operacional do Potencial Humano (POPH) para os estabelecimentos de ensino particular e cooperativo, como a Gualdim Pais, que ministram os cursos básicos de música aos alunos do ensino público. Apesar das dificuldades causadas por aquela situação, o dirigente afirmou que a colectividade manteve o seu rumo. “Não nos vergámos e fizemos as actividades que nos tínhamos proposto fazer” disse, na noite de 28 de Março, no Cineteatro Paraíso perante meio milhar de pessoas, depois de elogiar os funcionários “que mesmo não recebendo sempre a tempo e horas, continuam empenhados e dedicados aos objectivos centrais da Gualdim Pais”. Bruno Graça lembrou que o discurso que fez no anterior aniversário, em que já dava conta de dificuldades, “continua actual” mas que isso não trava a vontade de fazer mais e melhor. Para dar provas que as suas declarações não são irrealistas frisou o facto das “quotizações” terem vindo a crescer, bem como as receitas provenientes das mensalidades dos alunos que estão inscritos nas diversas actividades desportivas e culturais. O dirigente lamentou o facto de alguns projectos continuarem na gaveta, como é o caso do Pavilhão Gimnodesportivo ou a construção de mais salas para a escola de música e dança. “São projectos que correspondem aos anseios das populações mas temos que ter os pés bem assentes na terra“, disse. Perante as pessoas que encheram por completo o cine-teatro, o presidente da Gualdim Pais, referiu-se ao concerto que a Sociedade Filarmónica está a organizar juntamente com os “Quinta do Bill”, banda tomarense que está a celebrar 25 anos de carreira, e que vai ter lugar a 19 de Julho na Praça de Touros e destacou os dois CD, um do “Prisma Choral Ensemble” e outro da banda filarmónica, recentemente gravados e que estão á venda ao público . Para além do discurso do presidente, o aniversário teve como momento alto a realização de um espectáculo com a participação dos alunos dos cursos vocacionais de dança e música.

Mais Notícias

    A carregar...