uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
“Ti João” vende gelados sem parar há 59 anos

“Ti João” vende gelados sem parar há 59 anos

Edição de 15.05.2013 | Primeiro Plano
João Roberto, 85 anos, mais conhecido como “Ti João dos Gelados” ou “Ti João das Castanhas”, é uma figura ilustre de Ferreira do Zêzere e talvez um dos últimos genuínos vendedores ambulantes da região. Fomos ao seu encontro na quinta-feira, 9 de Maio, data em que celebrava 59 anos de carreira e perdemos a conta ao número de gelados que vendeu, no centro da vila, durante a nossa meia hora de conversa. Trabalhava nas obras em Lisboa quando decidiu começar a vender gelados para ganhar um dinheiro extra. “Havia um indivíduo que vendia gelados junto ao aeroporto e que me deu umas luzes disto. Depois decidi voltar para a terra e começar a fazer isto”, conta. Começou com uma bicicleta mas, em 1960 comprou uma motorizada que adaptou ao seu ofício. A campainha já não precisa de soar tantas vezes para que os clientes apareçam. O sorvete de baunilha, chocolate e morango é feito a partir de uma receita caseira que não revela e custa 50 cêntimos, preço que mantém há mais de dez anos. “Os meus gelados são feitos com água do rio Zêzere e, por isso, são tão saborosos”, brinca. Para além de vendedor de gelados e de castanhas, também é poeta popular, tendo publicado, em 2011, o livro “Histórias que refrescam a alma e aquecem o coração”, à venda no posto de turismo de Ferreira do Zêzere e que retrata, em versos, o percurso da sua vida, da arte de fazer gelados e também de assar castanhas nos duros invernos, entre o norte do Ribatejo e Beira Baixa. Por isso quando, na hora da despedida, nos oferece um sorvete, dita baixinho: “Um gelado para O MIRANTE/Para ser comido num verdadeiro instante”. Elsa Ribeiro Gonçalves
“Ti João” vende gelados sem parar há 59 anos

Mais Notícias

    A carregar...