uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Polícia identifica 14 suspeitos de roubo de cobre e ferro em Vila Franca de Xira

Um individuo de 29 anos foi entregue ao SEF para ser expulso de Portugal

A operação da PSP envolveu 51 elementos da divisão policial de Vila Franca e foram feitas buscas em sucatas da região e rusgas nas zonas consideradas mais sensíveis para a prática criminal.

Edição de 05.06.2013 | Sociedade
Uma mega-operação realizada pela Polícia de Segurança Pública (PSP) nos dias 27 e 28 de Maio no concelho de Vila Franca de Xira levou à identificação de 14 indivíduos suspeitos de receptação e furto de metais não preciosos, como cobre e ferro.Um dos detidos estava em situação irregular no país e foi entregue ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras para ser expulso do território nacional. O homem, de 29 anos e nacionalidade angolana, encontrava-se no interior do abandonado parque industrial da Eurofil, na Póvoa de Santa Iria, um dos locais onde decorreu a operação da PSP. Não ofereceu resistência aos agentes e estava indiciado da prática de vários crimes de roubo e furto de metais não preciosos. Já tinha sido condenado em dois processos com 2 anos e 6 meses de pensa suspensa, seguidos de outros 5 anos de pena suspensa. O homem ficou à custódia do SEF até ser afastado do território nacional.A operação da polícia envolveu 51 elementos da divisão policial de Vila Franca e foram feitas buscas em sucatas da região e rusgas nas zonas consideradas mais sensíveis para a prática criminal. Simultaneamente decorreram operações de fiscalização rodoviária que detectaram 20 infracções, sobretudo falta de inspecção, seguro, condução sob o efeito do álcool e excesso de velocidade. Ao todo foram fiscalizados 174 veículos.Recorde-se que o último grande furto de ferro no concelho de Vila Franca de Xira foi registado em Março do ano passado, quando desconhecidos roubaram dois dos três canhões do fortim do Palácio do Sobralinho durante o fim-de-semana. Os responsáveis do palácio só deram pelo furto na manhã de segunda-feira. Os dois canhões de ferro fundido valiam milhares de euros. Também as tampas de esgoto e os sumidouros têm sido alvos fáceis para os ladrões no concelho, sendo que só em 2011 desapareceram mais de 160 tampas e 50 sumidouros.

Mais Notícias

    A carregar...