uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Associação Santarém Capital da Gastronomia vai ser extinta mas a antecessora continua a existir

Associação Santarém Capital da Gastronomia vai ser extinta mas a antecessora continua a existir

As mexidas no mapa nacional do turismo acabaram com a parceria entre a Câmara de Santarém e a região de turismo na organização do Festival de Gastronomia. A associação criada em 2010, e que juntava as duas entidades para esse fim, vai ser extinta. Mas a antecessora continua por liquidar. Uma trapalhada onde Moita Flores e Rosa do Céu são alguns dos protagonistas.

Edição de 07.08.2013 | Sociedade
A Câmara de Santarém aprovou na última reunião do executivo a extinção da Associação Santarém Capital da Gastronomia, que era responsável pela organização do Festival Nacional de Gastronomia na cidade. Decisão idêntica já tinha sido tomada recentemente pela Entidade de Turismo de Lisboa e Vale do Tejo (T-LVT), estrutura que também integrava a associação e co-organizava o festival em conjunto com a autarquia. Recorde-se que devido à reorganização do mapa das regiões de turismo (ver outro texto nesta página) a T-LVT deixou de integrar os municípios da região (transferidos para as regiões do Alentejo e do Centro), esvaziando de sentido essa parceria com o município escalabitano.Dado curioso neste processo é que a criação da Associação Santarém Capital da Gastronomia em 2010 (por iniciativa dos presidentes da Câmara de Santarém Moita Flores e da T-LVT, Rosa do Céu) não motivou a extinção da sua antecessora, a Associação Festival Nacional de Gastronomia, que integrava pessoas indicadas pela câmara e pela região de turismo desde meados da década transacta, e que, para todos os efeitos, continua a ter existência legal. Ainda na última sessão da Assembleia Municipal de Santarém, realizada no final de Junho, o eleito da CDU José Luís Cabrita mencionou esse facto, apelando ao actual presidente da câmara para que desenvolvesse esforços no sentido de pôr termo à associação. Ricardo Gonçalves disse ao nosso jornal que isso está a ser tratado.O ex-vereador da CDU (no mandato 2005-2009) José Marcelino é ainda formalmente o presidente do conselho fiscal dessa Associação Festival Nacional de Gastronomia e descreve o processo como uma trapalhada. Diz que houve uma série de reuniões com o presidente da T-LVT, Rosa do Céu, também presidente da associação, no sentido de extinguir a associação, mas o melhor que conseguiu foi que lhe dessem as contas de 2009 (último ano de efectiva actividade) para que o órgão a que preside se pudesse pronunciar, como é de lei. Mas continua à espera da convocação de uma assembleia geral liquidatária que ponha fim à associação. E esse passo compete ao presidente da assembleia geral, que é por inerência o presidente da Câmara de Santarém.Câmara assume organização do festival a soloCom a extinção da Associação Santarém Capital da Gastronomia, a Câmara de Santarém, através da empresa municipal Viver Santarém, passa a organizar sozinha o Festival de Gastronomia que se realiza na cidade há 33 anos na Casa do Campino. Este ano será a primeira vez que a região de turismo (primeiro a do Ribatejo, depois a de Lisboa e Vale do Tejo) fica de fora da preparação do evento, o que denota vontade do município em ter mais peso num certame que vinha sendo liderado até aqui pela região de turismo e pelo seu presidente.Associação criada para fazer o mesmo que a antecessoraA Associação Santarém Capital da Gastronomia foi criada em 2010, tendo sucedido à Associação Festival Nacional de Gastronomia, que também já tinha como principais intervenientes a Câmara de Santarém e a região de turismo. A nova associação, agora já a caminho da extinção, era aberta a outras entidades mas apenas a Câmara de Santarém e a Turismo de Lisboa e Vale do Tejo podiam indicar elementos para os corpos sociaisSegundo os estatutos, a T-LVT tinha o direito de indicar o presidente da associação (o que lhe garantia também a presidência do festival) e até 2012 foi Joaquim Rosa do Céu, ex-presidente da Câmara de Alpiarça, a acumular a presidência da entidade regional de turismo com a do Festival de Gastronomia.
Associação Santarém Capital da Gastronomia vai ser extinta mas a antecessora continua a existir

Mais Notícias

    A carregar...