uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Lezíria do Tejo vai ter marca específica de promoção turística

Presidente da Turismo do Alentejo garante que vai haver tratamento diferenciado e anuncia abertura de delegação em Santarém até final do ano.

Edição de 07.08.2013 | Sociedade
O presidente da Turismo do Alentejo, António Ceia da Silva, revelou que a zona da Lezíria do Tejo vai ter uma marca específica de promoção turística por ser uma área com especificidades diferentes do Alentejo. “Vamos trabalhar a Lezíria do Tejo como uma marca específica, que obviamente tem que ter um tratamento autónomo do Alentejo, porque não é Alentejo”, afirmou o presidente da Entidade Regional de Turismo (ERT).O responsável revelou ainda que a entidade vai abrir, até ao final deste ano, duas novas delegações em Santarém e Grândola, para além das que já possui em Portalegre e Évora e da sede em Beja. António Ceia da Silva falava aos jornalistas no final da cerimónia de tomada de posse dos novos órgãos sociais da Turismo do Alentejo, que decorreu terça-feira numa unidade hoteleira de Évora.Liderando a única lista que se apresentou a sufrágio, António Ceia da Silva foi reeleito para um mandato de cinco anos, em eleições que resultaram da nova lei de reorganização das ERT. Com a entrada em vigor do diploma, a Turismo do Alentejo passou a integrar 11 municípios da Lezíria do Tejo, que se juntaram aos 47 concelhos alentejanos.Considerando que se trata de um “enorme desafio” a integração da Lezíria do Tejo na ERT do Alentejo, Ceia da Silva realçou que “a direcção da Turismo do Alentejo é a mesma e os técnicos são os mesmos”, mas “vão ser trabalhadas duas marcas distintas”.“Não vamos trabalhar Alentejo e Ribatejo, vamos trabalhar o Alentejo e vamos trabalhar o Ribatejo”, vincou o responsável, referindo que vão existir “acções do Ribatejo que não se enquadram no Alentejo e vice-versa”.Ceia da Silva adiantou, no entanto, que “este momento talvez não seja o mais indicado” para se iniciar o “trabalho de sapa” na Lezíria do Tejo. “Vamos aguardar pelas eleições autárquicas e depois da decisão popular lá estaremos para trabalhar os produtos”, disse, indicando que até Outubro será feito o “trabalho de casa”, nomeadamente “conhecer o território” e “desenvolver estudos”.Os municípios da Lezíria do Tejo que passam a estar integrados na Entidade de Turismo do Alentejo são: Almeirim; Alpiarça; Azambuja; Benavente; Cartaxo; Chamusca; Coruche; Golegã; Rio Maior; Salvaterra de Magos e Santarém.

Mais Notícias

    A carregar...