uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

“Rota das 7 Irmãs” dá a conhecer sete capelas de Abrantes e Sardoal

Edição de 08.01.2014 | Cultura e Lazer
Mostrar os principais pontos de interesse de sete capelas dos concelhos de Abrantes e Sardoal é o mote da exposição que pode ser visitada na antiga Galeria Municipal de Abrantes, junto à Praça Raimundo Soares, até dia 28 de Fevereiro.Capela de Nossa Senhora da Guia, Capela da Senhora dos Matos, Capela de Nossa Senhora da Lapa, Capela de Nossa Senhora da Graça, Ermida de Nossa Senhora das Necessidades, Capela de Nossa Senhora da Luz e o Santuário de Nossa Senhora do Tojo são os conjuntos patrimoniais que se poderão ficar a conhecer através da exposição “Rota das 7 Irmãs”.No âmbito desta mostra, irá ser lançado um roteiro turístico com o mesmo nome que pretende levar os visitantes a conhecerem este conjunto patrimonial e “desafia as pessoas a tomarem consciência, não só de sete pequenos templos de grande valor patrimonial, como também de todas as lendas, histórias e tradições a elas associadas”.Neste guia, encontram-se ainda informações sobre o enquadramento biofísico dessa região, a gastronomia dos concelhos de Abrantes e Sardoal, bem como um mapa e uma listagem dos contactos úteis. O projecto foi desenvolvido pela Paróquia de São Sebastião de Mouriscas, no concelho de Abrantes, em colaboração com a Signinum - Gestão de Património Cultural.Segundo o pároco de Mouriscas, padre Francisco Valente, “esta proposta é sobretudo um convite à descoberta destes lugares escutando as suas lendas, tradições e vivências ou mesmo caminhando em busca de um abrigo e tranquilidade que se eleva ainda na envolvente natural que as integra”.Por outro lado, refere o padre, “a devoção do povo a estas invocações de Maria manifesta-se nas romarias, no pagamento de promessas e nos rituais litúrgicos da celebração da fé”, realçando ainda que “estes templos representam uma expressão de resistência e de afirmação da identidade cultural nacional contra invasores, em acções restauracionistas”.A exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, entre as 14h00 e as 18h00. Durante os períodos da manhã e fins-de-semana, as visitas podem efectuar-se através de marcação prévia para o posto de turismo (241 362 555, turismo@cm-abrantes.pt) ou para a divisão de cultura e turismo (241 330 132, cultura@cm-abrantes.pt)

Mais Notícias

    A carregar...