uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Conclusão do Centro de Acolhimento do Tejo em Abrantes novamente adiada

Edição de 15.01.2014 | Sociedade
A construtora J. Gomes, responsável pela empreitada de construção do Centro de Acolhimento do Tejo, no Rossio ao Sul do Tejo, pediu à autarquia de Abrantes nova prorrogação do prazo de conclusão das obras, alegando motivos de ordem financeira. Este é já o segundo pedido de adiamento da conclusão da obra feito pela construtora à autarquia, sendo que, as obras que deveriam ter sido concluídas até final de Dezembro de 2013 só deverão estar finalizadas a 31 de Janeiro.O executivo camarário aprovou a alteração do plano de trabalhos da empreitada que foi justificada com a “grave situação económica do país e em particular do sector da construção civil, que atingiu a sociedade comercial e os subempreiteiros contratados”.“Nesta altura a única hipótese que temos é prorrogar o prazo para termos a obra concluída”, referiu Maria do Céu Albuquerque, presidente da Câmara de Abrantes, durante a última reunião do executivo, lamentando o andamento lento que esta empreitada tem tido. Recorde-se que a obra deveria ter sido concluída nos primeiros meses de 2012.O Centro de Acolhimento do Tejo, na margem sul do Aquapolis, resulta da ampliação e reordenamento de todos os equipamentos existentes no antigo parque de campismo e passará a ter capacidade para acolher 300 pessoas. Este novo equipamento beneficiará de áreas multifuncionais como área de acampamento e área para autocaravanas, sala de convívio, esplanada, cafetaria, parque infantil e área para desportos livres.

Mais Notícias

    A carregar...