uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Centro de interpretação das Portas do Sol sem sinalização

Câmara de Santarém admite que informação orientadora existente na cidade é escassa
Edição de 07.05.2014 | Sociedade
O Centro de Interpretação Urbi Scallabis, situado no Jardim das Portas do Sol, em Santarém, é uma jóia por descobrir mesmo para muitos escalabitanos e a deficiente sinalização desse equipamento municipal, que permite conhecer a história da cidade ao longo de milénios, não ajuda nada à sua promoção e divulgação.Essas conclusões pertencem a Fabíola Cardoso, autarca do Bloco de Esquerda que se estreou no dia 30 de Abril na Assembleia Municipal de Santarém. Na sua primeira intervenção naquele órgão autárquico, a professora disse que essa situação “condiciona muito o acesso” a esse local, não só por parte de quem visita a cidade como de quem nela habita.O presidente da câmara, Ricardo Gonçalves (PSD), admitiu que falta realmente alguma sinalização daquele espaço, onde estão reflectidos seis mil anos de história, que considerou “diferenciador e muito bonito”.O Centro de Interpretação integra o núcleo museológico da Alcáçova. “A sala de exposições foi alvo de um projecto de design global, resultado de uma combinação das tradicionais vitrinas com uma componente multimédia, mediante as quais os visitantes receberão explicações prévias sobre o conhecimento existente de cada um dos períodos cronológicos abordados. Os nossos visitantes podem assim iniciar a sua ‘viagem’ pela cidade, explorando os equipamentos existentes no Centro de Interpretação, seguindo depois caminho para as Ruínas Romanas - onde podem encontrar uma montra interactiva com algumas explicações”, lê-se na informação disponibilizada pela Câmara de Santarém na Internet.

Mais Notícias

    A carregar...