uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Estender a festa pela vila para a aproximar do comércio local

Estender a festa pela vila para a aproximar do comércio local

Semana da Ascensão na Chamusca de 24 de Maio a 1 de Junho
Edição de 21.05.2014 | Especial Ascensão
A Semana da Ascensão, a grande festa anual da Chamusca, tem nove dias e algumas novidades. A principal é o aumento da área ocupada pelas diversas actividades do programa. O presidente da câmara municipal, Paulo Queimado (PS), diz que a decisão de estender a festa a outras zonas da vila é aproximá-la do comércio local e fazer com que os visitantes conheçam um pouco mais da terra para além dos locais tradicionalmente ocupados.“Deslocámos as mangas das largadas para a rua atrás do mercado (Rua Câmara Pestana), onde há a maior parte dos cafés e do comércio. O palco fica no local habitual, junto à câmara. Temos no parque municipal os expositores institucionais. O artesanato e algumas empresas locais no largo 25 de Abril. Temos o palco da juventude e as associações a participar com as suas tasquinhas. Não queríamos continuar a obrigar as pessoas a estarem sempre concentradas no recinto da festa. A mim faz-me um bocado confusão tanta gente junta. E sempre levamos os visitantes a conhecerem um pouquinho mais da Chamusca”.Uma outra novidade são duas mini-entradas de toiros, seguidas de largadas - Sábado 24 de Maio e Sábado 31, às 16 horas -, replicando num percurso mais pequeno a tradicional entrada de Quinta-feira de Ascensão que obriga ao corte de trânsito no troço da Estrada Nacional 118 que atravessa a povoação. “Os animais vêm quase do mesmo sítio, entrada sul da vila, mas não interferem com a Nacional 118. São conduzidos pelas ruas Combatentes da Grande Guerra e Miguel Bombarda e vão directos à manga das largadas. Temos muita gente ligada aos cavalos e aos toiros que gosta também deste momento do contacto directo com os animais que são as entradas e daí esta inovação...dentro da tradição. Esperamos atrair mais gente que gosta da festa brava e vamos poder mostrar o que temos de melhor na arte de bem cavalgar e de conduzir os toiros”, explica o autarca. Paulo Queimado chama a atenção para os artistas contratados que considera serem de topo, citando José Cid e a sua Big Band, Zé Perdigão e David Antunes da banda residente do programa televisivo "5 para a meia noite". “Não podemos ter espectáculos de primeiro plano todos os dias mas temos bons espectáculos. Esta é uma festa que atrai gente de todo o país. No dia 20, terça-feira, acompanhámos o presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, Ceia da Silva, num périplo pelo concelho. Mostrar-mo-lhe o património religioso, para chamar a atenção para as potencialidades do Tejo no Arripiado. Fomos a uma ganadaria assistir a uma tenta e servimos um beberete. A Semana da Ascensão pode ser o evento de promoção do concelho mesmo que não seja atracção turística”.A tradicional entrada de toiros e duas réplicas mais curtasMúsica, largadas, tasquinhas, artesanato, gastronomia e convívio até às tantasAs largadas de toiros são numa manga que ocupa a rua Câmara Pestana, junto ao mercado municipal. As principais começam à meia-noite, nos dias 24, 28, 30 e 31 de Maio. Na Quinta Feira de Ascensão e no sábado, 31 de Maio, há tourada na praça da vila que este ano completa 95 anos de existência (ver notícia neste suplemento).José Cid e a Big Band fecham os festejos no dia 1 de Junho a partir das 22 horas. No dia anterior, sábado, 31 de Maio, a animação está a cargo de David Antunes and The Midnight Band. Zé Perdigão sobe ao palco com os seus convidados na sexta-feira, 30 de Maio. Na Quinta-Feira de Ascensão, 29 de Maio, a ida ao campo em romaria para a apanha da espiga está marcada para as 07h30, seguindo-se uma celebração católica com bênção da terra e dos animais. A tradicional entrada de toiros, que recria o momento em que os toiros que eram lidados na corrida da tarde atravessavam a vila, vindos do campo, em direcção à praça, está marcada para o meio dia.Com uma duração de nove dias a festa tem um programa muito extenso e variado. Convém por isso consultar antecipadamente o programa que está disponível no site ca câmara municipal da Chamusca e numa página do Facebook criada para o efeito.
Estender a festa pela vila para a aproximar do comércio local

Mais Notícias

    A carregar...