uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Ana Leitão

Ana Leitão

Secretária, 40 anos, Abrantes

“Gostava de poder acabar com políticos vigaristas. Gostava de acabar com a corrupção na política. Não sei se iria melhorar a economia mas o que eles fazem é tão mau, tão grave”* * * “Tenho facebook e uso as redes sociais apesar de achar que os aspectos negativos superam as mais-valias. Existem pessoas que usam as redes sociais para coisas menos próprias”

Edição de 11.06.2014 | Agora falo eu
Que estação do ano prefere?Sem dúvida o Verão. Usamos menos roupa, temos muito menos roupa para lavar, andamos mais à vontade, ao fim-de-semana vamos à praia e, claro, temos férias.Prefere o campo ou a praia?A praia no Verão, por causa do sol, da areia e dos banhos de mar. Sair da rotina de Abrantes e ver outras pessoas que não conhecemos de lado nenhum. Tenho ido para o Algarve por causa da água, mas gostamos muito da costa alentejana. No Inverno prefiro o campo, é bom para a caça. Não vou à caça desde que tive os meus filhos mas tenho licença.Prefere televisão, rádio ou jornal?Depende. Se tenho tempo gosto de ler o jornal, senão vejo televisão e aí opto por ver principalmente os noticiários. A rádio, ouço no carro.Qual a sua viagem de sonho?Um safari no Quénia. Gosto muito de animais e tem tudo a ver comigo e com a minha família.Existe algum animal que gostasse de ter mas não pode?Já tive e gostava de voltar a ter um São Bernardo. Mas é complicado por causa do tamanho, pois larga montes de pêlos. É um cão que não dura muitos anos e afeiçoamo-nos muito a eles. Tem de se ter muitos cuidados, dar cálcio, são cães de porte muito grande. E não tenho tempo para tudo isto.Costuma assistir a concertos de Verão?Gostava de assistir mais, mas não tenho hipóteses. Gostava muito de ir ao Rock in Rio. O Sudoeste já não me diz tanto, se calhar por causa da idade. Gosto de rock, dos Xutos e Pontapés. Assisti a vários concertos deles, adorei. Gosto muito do grupo, é da minha geração.O que é que mudava em Abrantes?Em Abrantes falta comércio, sobretudo na parte histórica. Abrantes é uma cidade um bocadinho fantasma. A partir de certa hora não há ninguém na rua, não há nada, as pessoas têm medo de sair. Devia haver mais actividades. No mês de Maio houve uma série de iniciativas e foi engraçado. Agora nas festas também vai haver muitas coisas para ver, o que atrai muita gente.Via-se a viver num grande centro?A nossa vida já é um stress. Então viver num grande centro pior ainda, com trânsito por todo o lado, carros a apitar, montes de confusão e muita gente. Ir lá de vez em quando sim, agora viver lá definitivamente não.Um sonho de criança que um dia espera realizar?Gostava de poder tirar um curso superior, porque sempre sonhei ir para a universidade e acho que o saber não ocupa lugar. Neste momento o meu interesse seria Gestão de Saúde, que tem a ver com a área em que estou e com o trabalho que desenvolvo, mas quando era criança queria ser cabeleireira.Do que é que tem mais saudades?De não ter responsabilidades, da inocência. Quando somos crianças somos muito inocentes, andamos contentes, não temos preocupações nem chatices nenhumas com o que temos ou não. Agora andamos sempre a correr de um lado para o outro.Se pudesse ter um super poder, qual escolheria?Eu gostava de poder acabar com políticos vigaristas. Gostava de acabar com a corrupção na política. Não sei se iria melhorar a economia mas o que eles fazem é tão mau, tão grave. Está aos olhos de toda a gente, roubam-nos para ficarem com o dinheiro para eles próprios. Não fui assim educada.Como está a saúde em Portugal?Por vários motivos, entre eles as contenções de custos do ministério, o serviço de saúde está bem pior do que há alguns anos. Há pessoas que nem acesso a médico de família têm. Vêm para o posto às 06h00 e muitas vezes não são atendidas por médico nenhum. Isto é surreal, mas é o sistema que temos. Hoje quem tem dinheiro trata-se, quem não tem não se trata. As listas de espera são enormes e as pessoas acabam por desistir por exaustão.Redes sociais sim ou não?Sim, tenho facebook e uso as redes sociais apesar de achar que os aspectos negativos superam as mais-valias. Existem pessoas que usam as redes sociais para coisas menos próprias. Compreendo que estas redes foram criadas para as pessoas se conhecerem e falarem, mas há pessoas que estão lá com outros intuitos e não acho isso correcto. Eu tenho uma página mas nem ligo muito àquilo.
Ana Leitão

Mais Notícias

    A carregar...