uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

CTT nega atrasos na distribuição de correio em Rio Maior 

Edição de 11.06.2014 | O Mirante dos Leitores
Podem negar mas que o correio anda atrasado anda. E também acontece o mesmo em Benavente onde o correio chega sempre com 15 ou mais dias de atraso. Demora mais uma carta de Benavente para Salvaterra de Magos que uma carta de Benavente para Londres.IsabelGostava que esta guerra por causa de um eventual atraso na distribuição do correio não fosse entre a empresa CTT e os sindicalistas. Os sindicatos servem para defender os interesses dos trabalhadores que representam. Foi para isso que foram criados e é por causa disso que recebem contribuições dos seus associados em forma de cotas mensais. As pessoas e empresas servidas pelos correios têm boca para falar e para protestar, não precisam de sindicalistas para as representarem.  O que se está a passar em Rio Maior e noutros locais são acções sindicais destinadas a melhorar as condições salariais e de trabalho dos trabalhadores dos CTT. Não são protestos dos clientes da empresa. Eu, por exemplo, se fosse protestar, protestava contra alguns trabalhadores dos CTT que são uns atrasos de vida. Reparem que eu escrevi alguns e não os trabalhadores dos CTT. É que há quem fale em trabalhadores sem separar o trigo do joio e joio há-o em todo o lado. Aqui há uns meses deliciei-me a ler neste mesmo jornal a invasão, por sindicalistas, de uma estação dos correios no concelho de Azambuja, onde a forma de luta foi transformar cada sindicalista num cliente que ia comprar um selo. Esgotaram os selos, esgotaram a paciência dos trabalhadores que, chegada a hora de sair foram embora e falta-nos agora saber se, pelo menos usaram os selos. Mando este comentário por e-mail não vá dar-se o caso de o correio andar mesmo atrasado.João Gustavo de Freitas

Mais Notícias

    A carregar...