uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Câmara prepara projectos para as degradadas casas das OGMA em Alverca

Arrendamento jovem e demolição para construção de praça pública são algumas das ideias
Edição de 18.06.2014 | Sociedade
A Câmara de Vila Franca de Xira está a preparar um projecto para as degradadas habitações que pertenciam às OGMA, em Alverca, caso estas venham a ser adquiridas pelo município. Entre as ideias previstas está a recuperação de alguns imóveis para disponibilizar aos jovens através de um programa de arrendamento e a cedência a associações para instalarem as suas sedes. A demolição para construção de uma praça pública que sirva a população é outra das soluções em equação. “Esta é uma questão vasta e onde cabem muitas ideias. Teremos sempre de olhar para aquela requalificação como um todo, desde a Estrada Nacional 10 até à estação de comboios”, frisa o presidente da câmara, Alberto Mesquita (PS). O autarca lamenta que as casas não tenham manutenção “há décadas” e que por esse motivo a sua recuperação seja bastante onerosa. “Criar uma praça pública seria uma mais-valia, mas contamos com os contributos de todos os vereadores para melhorar esse documento”, diz.Os imóveis, recorde-se, são propriedade da empresa pública Empordef, entidade com quem o município anda em conversações na tentativa de ficar na posse dos imóveis, que são actualmente uma chaga social no centro da cidade. As antigas habitações das OGMA situam-se entre a Rua da Estação e a Rua Joaquim Sabino Faria. As casas foram construídas para serem usadas por funcionários e altos quadros das OGMA. Com os anos foram perdendo moradores. Algumas têm vidros partidos, com bocados de paredes a caírem sobre os passeios. Algumas fachadas são usadas para grafitis e muitas foram invadidas e são hoje ocupadas por pessoas sem-abrigo e usadas para consumo de drogas e prostituição.

Mais Notícias

    A carregar...